Menu
Busca Sex, 30 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
OPORTUNIDADE

Marinha abre concurso com 1 mil vagas para aprendizes-marinheiros

As inscrições já estão abertas e seguem até 13 de fevereiro

23 janeiro 2019 - 11h58
A Marinha do Brasil anunciou um novo concurso público para admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em 2020, que tem o objetivo de preencher 1 mil vagas. O edital reserva 20% das vagas a candidatos negros.  Confira o edital completo aqui
 
 
 
As inscrições já estão abertas e seguem até 13 de fevereiro, por meio do site www.ingressonamarinha.mar.mil.br, ou nos locais de inscrição listados no edital.  O valor da taxa de inscrição será de R$ 42. O pagamento será aceito até 20 de fevereiro.

Para participar, os candidatos precisam cumprir várias exigências, entre elas estão:
 
1 - ser brasileiro nato ou naturalizado, do sexo masculino;
2 - não ser casado ou não ter constituído união estável, assim permanecendo durante todo o período em que estiver sujeito aos regulamentos da Escola de Aprendizes-Marinheiros;
3 - ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro 2020;
4- ter altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m;
5 - ter concluído, com aproveitamento, o ensino médio até a data prevista no calendário de eventos, constante no anexo II, para a incorporação na EAM, entre outros.

Etapas do concurso 

O concurso público é constituído de prova escrita objetiva, com 50 questões de conhecimentos gerais de matemática, português, ciências (física e química) e inglês; e eventos complementares, constituídos de:
 
1 - Verificação de dados biográficos
2- Inspeção de saúde
3- Teste de aptidão física
4- Avaliação ssicológica 
5- Verificação de documentos
6 - Procedimentos de heteroidentificação complementar à autodeclaração.
 
A prova escrita será realizada em uma única etapa, nas cidades : Rio de Janeiro - RJ.; São Pedro da Aldeia - RJ; Angra dos Reis - RJ; Nova Friburgo - RJ; Vila Velha - ES; Salvador - BA; Natal - RN; Olinda - PE; Paranaguá - PR; Fortaleza - CE; Belém - PA; Santana - AP; Parnaíba - PI; Santarém - PA; São Luís - MA; Rio Grande - RS; Porto Alegre - RS; Florianópolis - SC; Ladário - MS; Brasília - DF; São Paulo - SP; Manaus - AM e Santos - SP. 
 
As datas das provas ainda não foram definidas. Porém, todos os eventos complementares deverão ser realizados a partir de 17 de junho até 9 de agosto.

Curso de formação 

O curso de formação de marinheiros para a ativa (C-FMN) deverá ter início em 20 de janeiro de 2020. Ele será conduzido nas Escolas
de Aprendizes-Marinheiros (EAM), sob regime de internato, inteiramente gratuito e tem duração de um ano letivo, realizado em um único período escolar de 48 semanas. 
 
Serão ministradas disciplinas do ensino básico e do ensino militar-naval. Durante esse curso, além de serem proporcionados alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, o aprendiz-marinheiro receberá remuneração atinente à sua graduação, como previsto na Lei de Remuneração dos Militares.
 
Fases do curso
 
O curso será estruturado em duas fases. A primeira, destinada à formação militar-naval e a segunda, destinada à especialização técnica, sendo denominada Formação Inicial Continuada (FIC), em três áreas: eletroeletrônica, apoio e mecânica.
 
Ao concluir o curso com aproveitamento, o profissional prestará juramento à bandeira, assumindo compromisso de tempo de serviço, por um período de  dois anos, contados a partir do dia imediato ao do término do curso.
 
Após a conclusão do curso, o profissional será promovido à graduação de marinheiro e, para atender às necessidades dos setores de distribuição de pessoal da Marinha, poderá ser designado para servir a bordo de navio ou organização militar, em todo o território
nacional, onde cumprirá um estágio inicial destinado à avaliação do desempenho ao longo do primeiro ano da graduação.
 
Apenas os marinheiros aprovados no estágio inicial, plenamente adaptados à carreira naval, poderão permanecer no serviço ativo da marinha (SAM). Quando o marinheiro alcança os requisitos mínimos previstos,  a última graduação na carreira de praça é a de suboficial. 
 

Áreas de atuação

As áreas profissionais são: mecânica, eletrônica e apoio.
 
As praças poderão serdistribuídas nas seguintes especialidades: armamento, arrumador, artífice de mecânica, artífice de metalurgia, aviação, caldeiras, carpintaria, segurança do tráfego aquaviário, comunicações interiores, comunicações navais, cozinheiro, direção de tiro, eletricidade, eletrônica, hidrografia e navegação, máquinas, manobras e reparos, mergulho, motores, operador de radar, operador de sonar e sinais.
 
Há a possibilidade de subespecialização em armamento de aviação; aviônica; controle aéreo; estrutura e metalurgia de aviação; hidráulica de aviação; manobras e equipagem de aviação; manobras e equipamentos de apoio de aviação; motores de aviação; operação de sensores de aviação.
 
As praças ocupam cargos relativos às áreas de administração, de informática, de saúde e de manutenção e reparo, as opções de especialidades para militares oriundos das EAM são: barbeiro; educação física; enfermagem; escrita; faroleiro e paiol.

Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM)

As EAM são estabelecimentos de ensino militar da Marinha do Brasil (MB), cujo propósito é formar marinheiros para o Corpo de Praças da Marinha. 
 
Atualmente existem quatro escolas: Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE), em Fortaleza; Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE), em Recife; Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (EAMES), em Vila Velha e Escola de Aprendizes-Marinheiros de Santa Catarina (EAMSC), em Florianópolis. 
 
O candidato poderá escolher, no ato da inscrição, cursar em uma das EAM. Entretanto, a Marinha se reserva o direito de, a bem da Administração Naval, designar o candidato para qualquer Escola.
 
O prazo de validade do Concurso Público e aproveitamento de candidatos reservas terminará no dia 17 de janeiro de 2020. 
 
 
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana