Menu
Busca Dom, 16 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
discussão

Vendedores de picolé se desentendem e polícia descobre que um era foragido

05 maio 2018 - 13h30Por Redação Notícias VIP
Dois vendedores de picolé se envolveram em uma discussão pelo ponto de venda na Circular da Lagoa, em Três Lagoas, e a polícia descobriu que um era considerado foragido da Justiça.

Na manhã deste sábado (05), por volta das 08h45, dois homens ? um de 65 e outro de 30 anos ? foram até a sede do 2º Batalhão da Polícia Militar para tentar esclarecer uma discussão entre os dois por causa de um ponto de vendas de picolés na região da Lagoa Maior.

O homem de 30 anos alegou que o idoso estava de posse de uma barra de aço e fez ameaças. Já o homem de 65 anos disse que tal objeto era para sua defesa pessoal.

Em procedimento para registrar o boletim de atendimento da dupla, policiais militares da Força Tática realizaram a checagem da identidade dos dois envolvidos e descobriram que contra o homem de 65 anos existia um mandado de prisão a cumprir pelo crime de tentativa de homicídio, expedido pela Justiça do Mato Grosso do Sul.

Com isso o homem recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) para as providências legais.
CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Rio Verde está na rota de eventos esportivos de aventura da Fundesporte
Falecimento
Eva Wilma morre em São Paulo, aos 87 anos Atriz estava internada desde 15 de abril
Tempo
Domingo de tempo firme e grande amplitude térmica em Mato Grosso do Sul
São Paulo
Bruno Covas perde luta contra o câncer e morre
Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19
Mato Grosso do Sul
Novos secretários da Casa Civil e da Cidadania tomam posse nesta segunda-feira
Campo Grande
Infestação de pragas urbanas alarma moradores de Campo Grande