Menu
Busca Sáb, 04 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
STF

Fachin vota para rejeitar habeas corpus em favor de Weintraub

12 junho 2020 - 12h30Por Reuters

ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), apresentou um voto nesta sexta-feira para rejeitar o habeas corpus apresentado pelo ministro da Justiça, André Mendonça, para tentar tirar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, da condição de investigado do inquérito das fake news.

O julgamento começou nesta sexta-feira por meio do plenário virtual, em que os ministros apresentam o seu voto de forma remota. Eles têm até seis dias para votarem em relação ao pedido.

No voto, Fachin votou por arquivar o pedido sem analisar o mérito, alegando questões processuais. Para ele, esse não era recurso adequado para questionar a decisão de Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news.

 

O habeas corpus em favor de Weintraub foi a primeira reação concreta do governo Jair Bolsonaro ao Supremo após a operação da Polícia Federal, realizada por determinação de Moraes, que teve como alvo aliados e apoiadores do presidente, em mais um lance na escalada de tensão entre os dois Poderes.

A decisão de entrar com o habeas corpus foi tomada em uma reunião coordenada há duas semanas por Bolsonaro, disse à Reuters uma fonte com conhecimento das articulações. “A ideia é mesmo mostrar um posicionamento ao STF em virtude da sequência de abusos que vêm sendo cometidos”, destacou.

Moraes havia ordenado à Polícia Federal que interrogasse Weintraub em cinco dias por ele ter afirmado, em reunião ministerial de 22 de abril, que botaria “esses vagabundos todos na cadeia”, começando pelo STF.

 

A fala do titular da Educação foi revelada no vídeo da reunião divulgado por ordem de outro ministro do Supremo, Celso de Mello, no curso do inquérito que apura se Bolsonaro tentou interferir no comando da Polícia Federal, como acusou o ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Alexandre de Moraes e Celso de Mello viraram os dois principais alvos de queixas de interferência no governo por parte de aliados do presidente.

Contudo, em depoimento posterior para explicar essa declaração, Weintraub preferiu permanecer em silêncio.

DENUNCIE VIOLENCIA CONTRA A MULHER

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Apesar de muito dinheiro recebido para combater a pandemia do Covid 19, a capital se tornou o epicentro do novo Coronavirus
Coronavirus
Brasil registra quase 38 mil novos casos de Covid-19; total de mortes passa de 64.000
Paraguai
Um policial matou toda família, inclusive crianças e se suicidou
Dourados
Secretário Municipal da Agricultura familiar é assassinado a facadas.
Campo Grande
Em cidade onde prefeito não é respeitado, rola rola baile funk com muitas pessoas com as purpurinas e partes tradicionais
Esporte
Incerteza sobre futuro em meio à pandemia afeta categorias de base
Coronavirus
Jornalista que zombava da Covid 19 e chamava de maricas os que tinham preocupação, morre do novo Coronavirus.
Brasíl e Mundo
Casos globais de coronavírus ultrapassam 11 milhões
Campo Grande
Jovem desaparecida, foi localizada morta em frente a um comércio, sob um cobertor e próximo de sua casa.
Campo Grande
Lixo e animais peçonhentos na cidade do Trad