Menu
Busca Seg, 16 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
OPERAÇÃO

Operação prende gerente de compras de prefeitura e três empresários

Polícia Civil cumpre mandados em duas cidades na investigação sobre suspeita de fraude em licitações em Rio Brilhante

12 junho 2019 - 14h15

Quatro pessoas foram presas nesta quarta-feira (12) na Operação Depuração deflagrada pela Polícia Civil para desmantelar suposto esquema envolvendo fraude em licitações na Prefeitura de Rio Brilhante, cidade a 163 km de Campo Grande.

As prisões e os mandados de busca e apreensão nas duas cidades foram autorizados pelo juiz Jorge Tadashi Kuramoto, da Vara Criminal de Rio Brilhante, a pedido da Polícia Civil.

Em Rio Brilhante, foram presos o gerente de compras da prefeitura, Antonio Carlos, e dois empresários, o dono de uma oficina mecânica e o dono de uma gráfica. Os nomes dos empresários não foram divulgados.

Em Dourados, foi preso o empresário Ademir Belarmino da Silva, sócio da loja de móveis Tradição, localizada na Avenida Hayel Bon Faker. Ele é investigado por organização criminosa. A empresa tinha sido contratada pelo município de Rio Brilhante. A polícia apura fraude no processo de licitação.

Seis mandados de busca e apreensão também foram cumpridos pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais) na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Além da Tradição Móveis, são investigadas a loja Disk Jet Cartuchos e Informática, localizada na Avenida Weimar Gonçalves Torres, e a M&M Papelaria, localizada no Parque das Nações, região leste de Dourados.

Os proprietários dessas duas lojas também são investigados por suspeita de envolvimento nas supostas fraudes em Rio Brilhante e foram levados para a Delegacia da Polícia Civil para serem ouvidos. Buscas também foram feitas nas residências dos três empresários.

O advogado Marcos Eli, que defende Ademir Belarmino, disse de manhã que ainda não havia acessado o inquérito, mas a tendência é entrar com pedido de habeas corpus para tentar relaxar a prisão.

Em nota encaminhada de manhã pela assessoria de imprensa, o prefeito de Rio Brilhante Donato Lopes da Silva (PSDB) disse ser o maior interessado em esclarecer todos os fatos. “O prefeito determinou que todos os setores colaborem prontamente com a polícia”, afirma a nota.

Donato informou que sua gestão sempre prezou pela lisura e seriedade em todos os atos e espera que as investigações esclareçam o mais rápido possível todas as questões.

 

Com informações, Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso raro!
Um redemoinho de fogo assustou produtores rurais na região rural de Santa Helena de Goiás
Economia
Preço do petróleo sobe após ataques na Arábia Saudita
Campo Grande
É o civismo pré-campanha eleitoral dos Vereadores da capital.
Sequestro
Pai pede para segurar bebê e sequestra criança em praça em MS
Interior
Fogo atinge fazenda de Bodoquena e avança em direção à área urbana
50 TIROS
Casal e criança são mortos com cerca de 50 tiros, em Ponta Grossa
Política
Bolsonaro fala sobre julgamento envolvendo autor de facada
Briga causada pelo dinheiro
MS: Homem que matou amigo por causa de moai vai para prisão domiciliar com tornozeleira
Política
Deputado banca bebida alcoólica com dinheiro público
15MIL
Adolescentes fingem ser clientes para roubar R$ 15 mil em joias