Menu
Busca Sex, 26 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
JUSTIÇA

PF cumpre mandados de prisão contra fraudes em licitações no Rio

Os alvos da operação são acusados de integrar uma quadrilha especializada em fraudes em licitações

15 abril 2019 - 10h15

Agentes da Polícia Federal (PF) cumprem hoje nove mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária contra suspeitos de fraudes em licitações em municípios do Rio de Janeiro. Também participam da ação o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria Geral de União (CGU).

De acordo com o MPF, os alvos são acusados de integrar uma quadrilha especializada em fraudes em licitações, principalmente na área de educação, em municípios da Baixada Fluminense, em Miguel Pereira e em Mangaratiba.

Segundo o MPF, foram detectados indícios de fraudes em mais de 80 licitações. O prejuízo estimado para os cofres públicos é cerca de R$ 20 milhões.

Além dos mandados de prisão, os policiais cumprem 15 mandados de busca e apreensão. A Operação Ultraje está sendo realizada na cidade do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense. A maior parte dos mandados está sendo cumprida em Nilópolis.

Com informações da Agência Brasil

Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTIOLANATO
Advogado perde quase R$ 28 mil após entregar cartão cortado
INTERIOR
Motorista sai do PR com promessa de frete em MS, acaba vítima de bandidos e tem caminhão roubado
FRONTEIRA
Paraguai expulsa 12 estudantes brasileiros de medicina
BRASIL E MUNDO
Suspeito de ataque no Sri Lanka teria sido expulso de grupo extremista
BRASIL E MUNDO
Kim e Putin selam aproximação
ECONOMIA
Nelore puxa o carro de boi da pecuária sul-mato-grossense: mais de 85% do rebanho, estima entidade
Política
Senador Ciro Nogueira é reeleito com a a presença do presidente da Câmara dos deputados Rodrigo Maia.
LIBERTADORES
Palmeiras vence Melgar com facilidade, vira líder e se garante nas oitavas
POLÍTICA
STF derruba decisão da PF e mantém entrevista de Lula a apenas 2 veículos
ECONOMIA
Dólar fecha abaixo de R$ 3,96 após ultrapassar R$ 4