Menu
Busca Seg, 16 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
JUSTIÇA?

Portaria proibe policiais de portarem armas em unidades judiciárias

Informação foi divulgada no Diário Oficial, nesta segunda (15)

15 abril 2019 - 14h50

A partir desta segunda-feira (15), policiais estão proibidos de portarem armas nas unidades judiciárias de Mato Grosso do Sul. A portaria foi divulgada no Diário Oficial do Estado pela Delegacia-Geral da Polícia Civil. 

Conforme documento a regra só é válida para os que são réus em processos e tem objetivo de coibir situações como a que aconteceu em março, no municipio de Bela Vista, quando um investigador apontou arma para um defensor público. 

Diante do fato, a portaria ressalta que é permitida a entrada de policiais armados, desde que não figurem como parte do processo, mas, determina identificação e registro junto à recepção. 

Em se tratando de policial que está como réu do processo, a regra é deixar a arma depositada em algum cofre ou móvel seguro na recepção até a retirada. A chave ficará com outro servidor. 

Caso não haja local adequado para o armazenamento da arma ou nenhum servidor responsável, o diretor ou responsável pela unidade deverá ser acionado.

Quando as armas forem entregues para outro servidor deverão estar desmuniciadas e descarregadas e quando se tratar de escolta policial, que demande a utilização de armamento de maior porte, o Diretor da Unidade Judiciária deverá ser comunicado previamente. Com informações, Correio do Estado.

 

CASO BELA VISTA 

No dia 26 de março, um investigador de Bela Vista foi preso e afastado do cargo após ameaçar o defensor público Yuri César Novais Magalhães Lopes no fórum da cidade. Ele sacou uma arma e apontou para a cabeça do homem. Após o caso, o investigador foi afastado do cargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso raro!
Um redemoinho de fogo assustou produtores rurais na região rural de Santa Helena de Goiás
Economia
Preço do petróleo sobe após ataques na Arábia Saudita
Campo Grande
É o civismo pré-campanha eleitoral dos Vereadores da capital.
Sequestro
Pai pede para segurar bebê e sequestra criança em praça em MS
Interior
Fogo atinge fazenda de Bodoquena e avança em direção à área urbana
50 TIROS
Casal e criança são mortos com cerca de 50 tiros, em Ponta Grossa
Política
Bolsonaro fala sobre julgamento envolvendo autor de facada
Briga causada pelo dinheiro
MS: Homem que matou amigo por causa de moai vai para prisão domiciliar com tornozeleira
Política
Deputado banca bebida alcoólica com dinheiro público
15MIL
Adolescentes fingem ser clientes para roubar R$ 15 mil em joias