Menu
Busca Ter, 13 de abril de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasíl

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP

Decisão responde a recurso da defesa dos parlamentares

02 março 2021 - 18h30Por AB/EBC

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (2) rejeitar denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra quatro parlamentares do PP. Por maioria de votos, o colegiado aceitou recurso da defesa dos parlamentares para rever decisão anterior a favor da abertura de ação penal. Em 2017, os deputados Aguinaldo Ribeiro (PB), Arthur Lira (AL), hoje presidente da Câmara dos Deputados, e Eduardo da Fonte (PE) e o senador Ciro Nogueira (PI) foram denunciados por organização criminosa em um dos processos da Operação Lava Jato. Em junho de 2019, por 3 votos a 2, a Turma aceitou a abertura de ação. 

Hoje, ao julgar os recursos contra a decisão, o placar foi favorável aos parlamentares. A alteração ocorreu devido à aposentadoria do ministro Celso de Mello, que votou a favor da denúncia no primeiro julgamento. Nesta tarde, o ministro Nunes Marques, que entrou no lugar de Mello, votou pela rejeição da denúncia. 

Dessa forma, além de Marques, também votaram pelo arquivamento os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, por entenderem que, no mesmo caso, outras acusações contra os parlamentares foram arquivadas pela PGR. Edson Fachin e Cármen Lúcia mantiveram seus votos pela abertura da ação penal. 

Nos recursos, os advogados dos parlamentares alegaram que houve obscuridades no acórdão do julgamento no qual a denúncia foi aceita. Segundo os advogados, entre as falhas, estaria a falta de apresentação de indícios da prática dos crimes e de descrição precisa da conduta dos parlamentares. 

Edição: Aline Leal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Jovem morre em acidente na Av. Mato Grosso com Rua Bahia, na capital.
Covid 19 em MS
Novas variantes P1 e P2 em circulação no MS tem maiores índices de contaminação
Campo Grande
Eletricista leva carro recheado de drogas para transportadora na capital.
OMS
Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS
Pandemia
Índia passa o Brasil e é 2º país com mais casos de covid-19 no mundo
Brasil e Mundo
Mais de 70% dos japoneses querem Jogos de Tóquio cancelados ou adiados
Brasil
Covid-19: país tem 13,4 milhões de casos acumulados e 353,1 mil mortes
Esporte
Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil
Interior
Estado instala dez leitos de UTI’S no Hospital da Vida, em Dourados
Campo Grande
Praças da PM e CBM realizam prova de Processo Seletivo Interno neste domingo