Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Tribunal Superior Eleitoral

TSE retoma julgamento de ações que apontam abuso eleitoral pela chapa Bolsonaro-Mourão

03 junho 2020 - 14h00Por Reuters

- O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, incluiu na pauta do plenário do TSE da próxima terça-feira o julgamento de duas ações que pedem a cassação da chapa presidencial Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão nas eleições de 2018 por supostos ataques cibernéticos em grupo de Facebook para beneficiá-los, informou a assessoria de imprensa do órgão.

 

A análise do caso foi iniciada em novembro do ano passado, quando o relator das ações, ministro Og Fernandes, votou para rejeitá-las. Na ocasião, o ministro Edson Fachin pediu vista dos processos. Agora o julgamento será retomado com o voto dele.

 

As duas ações foram movidas pelas chapas presidenciais encabeçadas por Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSOL). Os casos referem-se ao ataque de hackers de uma página no Facebook intitulada “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”.

As ações afirmam que, durante a campanha, a página —que reunia mais de 2,7 milhões de pessoas— sofreu ataque de hackers que alteraram o conteúdo. Citaram ainda que Bolsonaro agradeceu a postagem, após a modificação do conteúdo.

O TSE têm ainda outras seis ações que questionam a chapa presidencial vitoriosa.

Reportagem de Ricardo Brito

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha