Menu
Busca Qui, 23 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Tribunal Superior Eleitoral

TSE retoma julgamento de ações que apontam abuso eleitoral pela chapa Bolsonaro-Mourão

03 junho 2020 - 14h00Por Reuters

- O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, incluiu na pauta do plenário do TSE da próxima terça-feira o julgamento de duas ações que pedem a cassação da chapa presidencial Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão nas eleições de 2018 por supostos ataques cibernéticos em grupo de Facebook para beneficiá-los, informou a assessoria de imprensa do órgão.

 

A análise do caso foi iniciada em novembro do ano passado, quando o relator das ações, ministro Og Fernandes, votou para rejeitá-las. Na ocasião, o ministro Edson Fachin pediu vista dos processos. Agora o julgamento será retomado com o voto dele.

 

As duas ações foram movidas pelas chapas presidenciais encabeçadas por Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSOL). Os casos referem-se ao ataque de hackers de uma página no Facebook intitulada “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”.

As ações afirmam que, durante a campanha, a página —que reunia mais de 2,7 milhões de pessoas— sofreu ataque de hackers que alteraram o conteúdo. Citaram ainda que Bolsonaro agradeceu a postagem, após a modificação do conteúdo.

O TSE têm ainda outras seis ações que questionam a chapa presidencial vitoriosa.

Reportagem de Ricardo Brito

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo
Combate aos incêndios no Pantanal mobiliza 510 homens e seis aeronaves: incidência de focos é menor em três anos críticos
Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.