Menu
Busca Sb, 17 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
"DESTINATÁRIO AUSENTE"

Alvos da PF do Maranhão recebiam pelos Correios droga de MS

Quadrilha distribuía ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense

16 maio 2019 - 11h30

A Polícia Federal do Maranhão investiga esquema de tráfico de drogas pelos Correios. Conforme as primeiras apurações, o entorpecente saía do Mato Grosso do Sul e ainda do Rio de Janeiro e Pernambuco para abastecer festas no Estado do norte do País.

Nesta quarta-feira (15), na segunda fase na Operação MD, policiais federais prenderam cinco pessoas em São Luiz (MA), suspeito de integrar quadrilha. A PF também cumpriu quatro mandados de busca e apreensão para coletar provas e continuar a investigação.

A partir dos interrogatórios e da análise de material apreendido na 1ª fase, deflagrada em abril, a PF identificou mais integrantes do grupo criminoso que distribuía ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense.

A equipe de investigação também interceptou várias “encomendas' nos Correios endereçadas à envolvidos no esquema.

Segundo a PF, ‘MD’ são as iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, era a principal drogas traficadas pelo grupo. Com informações, MS NEWS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Black Friday está próximo
Governo lança a Semana do Brasil, a 'Black Friday da Independência'
Famosos/Política
Lula sobre o Véio do Havan: “parece o Louro José. Qualquer dia a Ana Maria coloca ele em cima da mesa”
Eleições 2020
André quer ser prefeito, é cara de pau, dinheiro, partido e conhece seus cupinchas.
Escândalo com recursos públicos
Coringa, Bilú, ET, Governador e deputados serão homenageados pela camarilha
Gestão bolsonarista
Após sete meses, Damares Alves não investiu nada na Casa da Mulher Brasileira
Política - eleição 2020
Não adianta os adversários quererem acabar com o Progressistas porque ele vai lançar bons candidatos majoritários,vereadores e vereadoras
Justiça
PGR pede acesso a inquérito sobre investigação do caso Marielle
Economia
Situação piora e Anatel avalia até uma intervenção na Oi
Assassinato
A fronteira é dominada pelos criminosos
Seleção Brasileira
Tite convoca seleção com novidades para amistosos do próximo mês