Menu
Busca Dom, 05 de dezembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Segurança

Até final de 2022 o Governo do Estado vai comprar 5,5 mil armas para as polícias do MS

09 novembro 2021 - 06h00Por PGMS

O Governo do Estado irá comprar 5.500 armas para as polícias de Mato Grosso do Sul, até o final do ano que vem. O primeiro lote, de 560 pistolas calibre 9mm, da marca Beretta, serão entregues aos policiais civis dentro de 90 dias.

Importadas da Itália, as armas estão sendo adquiridas por meio de adesão a uma ata de registro de preços da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o que garantiu economia aos cofres públicos. Cada pistola que no mercado custa entre 11 e 15 mil reais, está sendo adquirida pela Sejusp por R$ 2.238,00 a unidade.

Conforme extrato do contrato firmado pela Sejusp com a italiana Fábrica D’Armi Pietro Berreta S.P.A, publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (8), o investimento feito no primeiro lote de pistolas para a Polícia Civil foi de R$ 1.270.080,00 em recursos próprios do Governo do Estado.

“São armas adquiridas através de ata de registro de preços no Ministério da Justiça e Segurança Pública, que contempla vários estados e, Mato Grosso do Sul, também fez a adesão, buscando justamente proporcionar aos nossos policiais o que tem de melhor em armamento em nível mundial”, explica o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira.

Mais armas

Ainda este ano, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública irá comprar, com recursos próprios do Governo do Estado, mais 1.940 armas, entre pistolas e fuzis. "Desde o início da gestão destaquei que segurança é uma política de Estado, por isso investimos, além da compra de equipamentos, em treinamento, qualificação e melhores condições de trabalho", disse o governador Reinaldo Azambuja.

Serão 1.500 armas para policiais lotados em companhias, batalhões e pelotões da Polícia Militar, 60 para o Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) e 380 para o Bope, Choque e Departamento de Operações de Fronteira (DOF). “O objetivo é entregar armas de última geração para 

em armamento em nível mundial”, explica o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira.

Mais armas

Ainda este ano, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública irá comprar, com recursos próprios do Governo do Estado, mais 1.940 armas, entre pistolas e fuzis. "Desde o início da gestão destaquei que segurança é uma política de Estado, por isso investimos, além da compra de equipamentos, em treinamento, qualificação e melhores condições de trabalho", disse o governador Reinaldo Azambuja.

Serão 1.500 armas para policiais lotados em companhias, batalhões e pelotões da Polícia Militar, 60 para o Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) e 380 para o Bope, Choque e Departamento de Operações de Fronteira (DOF). “O objetivo é entregar armas de última geração para os policiais de Mato Grosso do Sul, principalmente os que atuam na região de fronteira”, garante o secretário de Segurança.

As outras 3.000 pistolas e fuzis, que serão entregues até o final de 2022 para policiais de todas as forças de segurança pública estaduais, serão adquiridas com recursos de convênios e emendas parlamentares.

Joelma Belchior, Sejusp

Foto: Edemir Rodrigues

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Texto limita pagamento anual das dívidas da União e muda período de inflação para cálculo do teto de gastos. Governo estima que projeto abrirá R$ 106 bilhões no orçamento.
Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Judiciário
Desembargador anula condenação de Palocci em processo da Lava Jato
Polícia federal
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
São Paulo
São Paulo mantém exigência do uso de máscaras em ambientes abertos
Loteria
Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena; prêmio acumula em R$ 16 milhões
Mato Grosso do Sul
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
Internacional
EUA e Alemanha querem novas restrições; Ômicron preocupa investidores Países temem que variante ameace tentativa de recuperação econômica
Dezembro vermelho
Saúde alerta para a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento contra o HIV/Aids
Mato Grosso do Sul
SED divulga calendário Escolar de 2022; aulas terão início em março