Menu
Busca Qua, 12 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
Crime

Brasileiro é executado a tiros em frente a restaurante na fronteira

17 abril 2018 - 15h47Por Redação Notícias VIP
O brasileiro Marcos Tavares de Oliveira, 28, foi executado por pistoleiros na tarde de hoje (17) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Ele estava sentando na varanda do restaurante e sorveteria Kidelícia, na Rua República de Argentina, no bairro Industrial, a poucos metros do território sul-mato-grossense.

De acordo com testemunhas, Marcos foi morto por dois pistoleiros que chegaram em uma moto e começaram a atirar. O brasileiro foi atingido no peito por vários disparos de pistola calibre 9 milímetros. Cápsulas deflagradas foram recolhidas no local.

A execução ocorreu por volta de 13h40, momento em que várias pessoas ainda almoçavam no estabelecimento, que também fornece marmita. Os matadores fugiram em direção a Ponta Porã, segundo as testemunhas.

Agentes da Divisão de Homicídios e o promotor de Justiça Samuel Valdez estiveram no local, mas, assim como ocorre com a maioria dos crimes de execução na fronteira, ainda não há pista dos matadores.
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19
Mato Grosso do Sul
Novos secretários da Casa Civil e da Cidadania tomam posse nesta segunda-feira
Campo Grande
Infestação de pragas urbanas alarma moradores de Campo Grande
Vacina
Mato Grosso do Sul recebe novo lote de vacina da Pfizer nesta segunda-feira
F1
Hamilton sobre GP da Espanha de F1: “Aprendi muito sobre Max hoje”
Poluição
Marinha: três navios são suspeitos por manchas de óleo no NE em 2019
Saúde
Fiocruz: pandemia de covid-19 faz vítimas cada vez mais jovens