Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Condenado por morte de vereador é preso na capital

10 novembro 2020 - 12h09Por NV repórter de plantão

Condenado  a 18 anos de reclusão por assassinato, Ireneu Maciel já estava em regime semiaberto, em julho do ano passado, quando sumiu do Centro Penal Industrial da Gameleira, em Campo Grande. Ele foi preso novamente neste domingo (8), por policiais do GOI (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil.

Condenado  a 18 anos de reclusão por assassinato, Ireneu Maciel já estava em regime semiaberto, em julho do ano passado, quando sumiu do Centro Penal Industrial da Gameleira, em Campo Grande. Ele foi preso novamente neste domingo (8), por policiais do GOI (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil.

Estava vivendo no Bairro Tijuca, em Campo Grande, e acabou sendo alvo de denúncia anônima que levou a ser capturado.

Em 2012,  Ireneu Maciel foi considerado culpado pela execução do vereador  de Alcinópolis Carlos Antônio Carneiro, ocorrida em outubro de 2010, em frente ao hotel na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Conforme a acusação, Valdemir Vansan, outro condenado pela morte, foi responsável pelos disparos que mataram o vereador.

Vereadores da cidade chegaram a ser apontados como mandantes do crime, mas todos foram inocentados.

Vansan está em livramento condicional. A pena dele foi de 19 anos.

Pouco antes do sumiço de Ireneu, no ano passado, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) chegou a pedir que ele fosse preso, por não estar cumprindo direito a pena, mas a solicitação não foi atendida.

 

 

 CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid