Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Fronteira

DOF apreende carro com 1100 pacotes de cigarro. O motorista fugiu em Laguna Carapã

27 abril 2020 - 13h00Por Ascom DOF

 

Laguna Carapã (MS) - Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam na tarde deste domingo um veículo Volkswagen SpaceFox, com placas de Itapetininga (SP) carregado com 1.100 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai. A ação policial, trabalho do Ministério da Justiça e Segurança Pública, ocorreu durante um blitz na Rodovia MS-379, região de Laguna Carapã.

Os militares deram ordem de parada ao condutor do veículo que não obedeceu e fugiu, em alta velocidade. Durante o acompanhamento tático, por alguns quilômetros, o homem abandonou o veículo e fugiu para uma plantação de milho. Foram realizadas buscas pelo local, porém, o condutor não foi localizado.

No veículo os militares descobriram mil e cem pacotes de cigarros de origem estrangeira, sem a comprovação da regularidade fiscal.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), em Dourados (MS), para posterior entrega do veículo e dos cigarros na Receita Federal de Ponta Porã (MS).

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Causa repugnância a irresponsável conversinha desse prefeito sobre medicamento reprovados pela medicina.
Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras