Menu
Busca Dom, 26 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Famosos

DOF: traficante levaria drogas para o Paraná, caiu nas garras da polícia.

DOF e BOPE deram o bote em traficante do Paraná

18 abril 2020 - 10h00Por DOF/comunicação

Amambai (MS), – Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), em uma ação conjunta com Policiais Militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), apreenderam, na manhã de ontem, um veículo Fiat Palio de cor prata que transportava 60 volumes prensados de maconha, com peso total de 53,2 quilos. A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante uma abordagem do bloqueio policial na Rodovia MS-289, município de Amambai.

Os militares deram ordem de parada ao condutor do veículo, que seguia no sentido Coronel Sapucaia/Amambai. Durante a vistoria, os policiais militares localizaram os volumes prensados do entorpecente. O condutor, um homem de 28 anos de idade, contou que foi contratado para levar o veículo, com a droga, de Coronel Sapucaia (MS) até Londrina (PR).

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Civil de Amambai (MS), onde o homem permaneceu à disposição da Polícia Judiciária.

Por Rogério Fernandes

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP