Menu
Busca Sáb, 06 de março de 2021
(67) 9.9928-2002
Política

DONOS DA TAURUS LUCRARAM R$ 10 MILHÕES COM DECRETO DE BOLSONARO

17 janeiro 2019 - 17h00

 A Tauruspar Participações, controladora da empresa Taurus, viu no decreto que libera a posse de armas em todo o território brasileiro uma chance para obter recursos no mercado financeiro; diante de expectativas de mercado, a controladora vendeu 260 mil ações ordinárias e 923 mil papéis preferenciais, embolsando R$ 9,38 milhões; detentora do monopólio de armas no Brasil, a Taurus passa por uma crise de endividamento (R$ 887, 5 milhões) e, sem previsão de crescimento no Brasil, via sua situação se agravar; segundo analistas, há um cenário negativo para a Taurus: o governo indicou que pode abrir o mercado brasileiro de armas para empresas estrangeiras

Da Agência Russa Sputnik News - A Tauruspar Participações, grupo controlador da Taurus Armas, pode ter engordado as suas contas bancárias em até R$ 10 milhões nesta terça-feira, mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto em favor de flexibilização da posse de armas no Brasil.

Segundo dados da Bolsa de Valores de São Paulo, divulgados pelos jornais Valor Econômico e Folha de S. Paulo, a controladora diminuiu a sua participação na empresa, vendendo 260 mil ações ordinárias e 923 mil papéis preferenciais na véspera do decreto.

Tomando por base o preço médio de negociação das ações da companhia no dia (R$ 8,2229 e R$ 7,8491), a Tauruspar Participações — que detinha 62,82% da empresa, e agora possui 61,24% — pode ter embolsado R$ 9,38 milhões.

Em nota, a empresa declarou que a venda de papéis visou a obtenção de recursos no mercado. A Taurus vive uma crise financeira devido ao alto endividamento (R$ 887,5 milhões), sem crescimento do faturamento nos últimos anos.

Detentora do monopólio de armas no Brasil, a Taurus vinha acompanhando a valorização dos seus papeis nas últimas semanas, sobretudo pela expectativa do decreto de Bolsonaro sobre o assunto, que pode aumentar o comércio interno de revólveres e pistolas.

Logo após a assinatura do decreto, o valor das ações passou a cair na Bolsa, o que reflete dois cenários, segundo analistas: o decreto ficou aquém das expectativas, e o governo indicou que pode abrir o mercado brasileiros de armas para empresas estrangeiras.

 

 

informações:Brasil247

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mortes por Coronavirus no Brasil
Brasil virou referência de bagunça de politicos, vírus, infeção, falta de estrutura e mortes.
Vacinação
Politicagem e desordem
Economia
Empresas do setor de turismo do MS já podem acessar as linhas de crédito do Fungetur
Campo Grande
Alerta em Campo Grande
Covid 19 em MS
Governo de MS culpa prefeitos por avanço do coronavírus e diz que decisão de lockdown cabe a municípios
Ao contrário de outros Estados, MS decretou apenas toque de recolher às 23h
Campo Grande
Moradores se revoltam contra Trad por sujeira e mato nos bairros da capital
Gestão Pública
Governo inicia mais uma etapa para tornar gestão mais eficiente e qualificar serviços
Esporte
Bolsa Atleta e Bolsa Técnico seguem com inscrições abertas até 12 de março
Digital
Detran Digital: Em um ano, número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%
Evangélicos
Baixaria na igreja