Menu
Busca Ter, 07 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
feminicídio

Ex-marido mata a facadas mulher na frente da filha de 3 anos

11 abril 2018 - 10h50Por Redação Notícias VIP
Mais uma mulher foi vítima de feminicídio em Mato Grosso do Sul. Marta de Jesus Cavalheiro, 36 anos, foi assassinada a facadas na noite desta terça-feira (10), na cidade de Maracaju, a 162 quilômetros de Campo Grande. O suspeito do crime é o ex-marido, de 47 anos.

As informações iniciais são de que o ex de Marta teria buscado a filha de 3 anos do casal na noite desta terça-feira (10) para passear e comprar presentes, e retornou por volta de 23 horas para deixar a criança. Neste momento, armado com uma faca, desferiu um golpe contra Marta, que segurava a menina nos braços.

Ela conseguiu colocar a filha no chão e tentou correr para fugir, mas foi golpeada novamente no abdômen.

Marta ainda tentou entrar na residência para fugir e foi novamente ferida a facadas nas costas. A criança assistiu a mãe ser morta. Testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros, mas quando os militares chegaram ela já estava sem vida.

A polícia saiu a procura do ex-marido da vítima, mas até o momento ele não foi localizado.

10 casos desde janeiro

Dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) são de desde janeiro até abril deste ano já foram registrados 10 feminicídios. No mesmo período do ano passado foram registrados 7 casos de feminicídios.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha
Polícia
Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha, inclusive a locação de tendas
Campo Grande
Lixo, mato e esconderijo de viciados na capital
Saúde
Brasil registra mais 620 mortes por Covid-19 e chega a 65.487 óbitos
Rio de Janeiro
Comissão do impeachment de Witzel aprova retomada do prazo de defesa
Saúde
Os municípios do Mato Grosso do Sul receberam 197 milhões para gastar com o novo Coronavirus
Coxim
Mataram Zé Carlos gari que se destacava em denunciar injustiças contra o povo de Coxim, através das redes sociais.
Mundo
Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos