Menu
Busca Ter, 28 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Corrupção

Força-tarefa deflagra operação contra organização criminosa em Roraima

Operação Triumphus cumpre 18 mandados de prisão preventiva

24 julho 2020 - 16h34Por Plantão de notícias

 

Uma força-tarefa formada pela Polícia Federal e por autoridades de segurança do estado de Roraima deflagrou hoje  (24) uma operação com o intuito de desmontar o que denominou como organização criminosa atuando no estado.

Na operação, batizada de Triumphus, foram obtidos mandados para prender preventivamente 18 venezuelanos que integravam a organização criminosa brasileira. Os mandados foram cumpridos em sua maioria em Boa Vista e um em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a força-tarefa, eles teriam atuado em diversos crimes, como homicídios, tráfico de drogas, latrocínios e sequestros.

Ainda conforme com os investigadores, os alvos da operação teriam diversas missões dentro da organização criminosa, como administração de pontos de venda de drogas, guarda de armas sem autorização e a coordenação do que os agentes chamaram de um “tribunal do crime”.

As entidades envolvidas na operação informaram por meio de nota da Polícia Civil que o envolvimento dos alvos da operação teria sido confirmado em documentos obtidos em revistas nos presídios de Roraima.

A força-tarefa é formada pela Polícia Federal, polícias Civil e Militar de Roraima e secretarias de Justiça e Cidadania e de Segurança Pública do governo do estado.

Edição: Lílian Beraldo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Congresso garante federações partidárias e suspensão de prova de vida
Brasília
Deputados derrubam vetos à lei que suspende os despejos na pandemia
Covid 19
Covid-19: Brasil registra 210 óbitos e 14,4 mil infecções em 24h
MS
Política de incentivos fiscais do governo ajuda a gerar empregos e atrair novos investimentos em 2021
Campo Grande
Bairros da capital em meio ao mato e lixo, denunciam moradores.
E.U.A
Biden dá exemplo para o mundo, tomando vacina
Políticos
"Bolsonaro está perto de filiar-se ao PP", afirmou o presidente da sigla Ciro Nogueira.
Indígena
STF minimiza choradeira evangélica por veto a missões em terras indígenas
Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos
Esporte
Festa do Corinthians no pódio após a conquista do Brasileiro Feminino