Menu
Busca Sáb, 08 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
Corrupção

Força-tarefa deflagra operação contra organização criminosa em Roraima

Operação Triumphus cumpre 18 mandados de prisão preventiva

24 julho 2020 - 16h34Por Plantão de notícias

 

Uma força-tarefa formada pela Polícia Federal e por autoridades de segurança do estado de Roraima deflagrou hoje  (24) uma operação com o intuito de desmontar o que denominou como organização criminosa atuando no estado.

Na operação, batizada de Triumphus, foram obtidos mandados para prender preventivamente 18 venezuelanos que integravam a organização criminosa brasileira. Os mandados foram cumpridos em sua maioria em Boa Vista e um em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a força-tarefa, eles teriam atuado em diversos crimes, como homicídios, tráfico de drogas, latrocínios e sequestros.

Ainda conforme com os investigadores, os alvos da operação teriam diversas missões dentro da organização criminosa, como administração de pontos de venda de drogas, guarda de armas sem autorização e a coordenação do que os agentes chamaram de um “tribunal do crime”.

As entidades envolvidas na operação informaram por meio de nota da Polícia Civil que o envolvimento dos alvos da operação teria sido confirmado em documentos obtidos em revistas nos presídios de Roraima.

A força-tarefa é formada pela Polícia Federal, polícias Civil e Militar de Roraima e secretarias de Justiça e Cidadania e de Segurança Pública do governo do estado.

Edição: Lílian Beraldo

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl e Mundo
STF manda soltar o poderoso
Brasíl
Covid 19 está matando no Brasil e no mundo
Brasíl
PGR recorre de decisão que impediu acesso a dados da Lava Jato
Meio Ambiente
Mourão defende avanços nos sistemas de monitoramento da Amazônia Para ele, também é preciso tratar do problema fundiário da região
Esporte
Vai Mercedes
Meio Ambiente
Prossegue combate a incêndio florestal na Serra dos Órgãos
Brasíl
Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual Medida, em caráter emergencial, terá validade de dois anos
Bandido
Pistoleiro pede mais dinheiro para vítima e deixá-la em paz.
Campo Grande
Ameaça de demissão em massa do Transporte Público da capital
Brasíl e Mundo
OMS: recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina