Menu
Busca Sex, 23 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
Corrupção

Fux pauta para plenário decidir dia 21 sobre afastamento de senador flagrado com dinheiro na cueca

16 outubro 2020 - 20h05Por Reuters

 O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, decidiu pautar no plenário da corte da próxima quarta-feira a decisão do ministro Luís Roberto Barroso que na véspera determinou o afastamento por 90 dias do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com dinheiro na cueca em operação realizada pela Polícia Federal que apura desvio de recursos para o enfrentamento da Covid-19.

A decisão de Fux foi informada pela assessoria de imprensa dele na noite desta sexta-feira.

Em despacho, Barroso havia destacado que não haveria a obrigação de sua decisão ser submetida a uma confirmação dos demais colegas, mas pedia que o presidente do Supremo colocasse o assunto na pauta do plenário o quanto antes.

“Apesar da ausência de obrigatoriedade de submissão da presente cautelar a referendo, dada a relevância institucional da matéria, requeiro a imediata inclusão deste processo na pauta do plenário”, afirmava.

O Senado ainda terá de decidir se mantém ou derruba a decisão do Supremo de afastar Chico Rodrigues. Ainda não houve uma manifestação formal dos senadores sobre o assunto.

Na prática, a decisão de Barroso de levar o caso ao plenário tem por objetivo conferir mais peso para a determinação do Supremo.

Reportagem de Ricardo Brito

news

Leia Também

China
As sombras depois da retumbante recuperação da China
Internacional
França amplia toque de recolher contra covid-19 Dois terços da população foram atingidos pela medida
Brasil
Receita abre hoje consulta a lote residual de restituição do IR
Política
APÓS 33 DIAS EM CELA COM ESGOTO, CRISTIANE BRASIL DIZ ESTAR POBRE E ANUNCIA QUE LUTARÁ PELO DIREITO DAS PRESAS
Brasil
Imagens mostram Néfi Cordeiro em julgamento realizado na última terça-feira (30) pela da 6ª Turma
Geral
Mega-Sena, concurso 2.311: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 38 milhões
Saúde Pública
'É simples assim: um manda e o outro obedece', diz Pazuello ao lado de Bolsonaro.
Brasil e Mundo
Recusa de Bolsonaro à vacina chinesa repercute no mundo
Política
Kassio Nunes afirma em sabatina que podem ser feitas correções na Lava Jato
Brasil
Operação Índia cumpre mandados no DF e em cinco estados