Menu
Busca Dom, 23 de fevereiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Polícia

Garras investiga roubo em condomínio de luxo

Empreiteiro roubado tem vínculo com politicos

12 fevereiro 2020 - 12h39Por Plantão de Polícia

Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros) investiga o roubo do cofre da casa de um empreiteiro no Residencial Damha I. O furto assombra o condomínio de luxo, que é famoso por abrigar empresários, políticos, endinheirados, promotores, delegados e juízes. A polícia suspeita que os bandidos teriam usado até drones no furto.

De acordo com comunicado do condomínio, os ladrões agiram das 19h09 às 19h32 de sábado (8), acessaram o local pela mata de frente para o alvo e invadiram a mansão sem deixar vestígios de arrombamento. Não houve arrombamento de outra residência nem acesso a outro local.

Veja mais:

 

Ex-deputado e esposa são acusados de ocultar R$ 2,8 milhões na construção de mansão

O alvo dos bandidos era a casa do empresário André Luiz dos Santos, conhecido como André Patrola, e dono da construtora A.L. dos Santos, que tem contratos de milhões com o poder público. Ele também é réu na Justiça por improbidade administrativa no suposto esquema liderado pelo ex-secretário municipal de Finanças e Planejamento de Campo Grande e procurador da Câmara Municipal, André Luiz Scaff.

 

De acordo com o delegado Fábio Peró, titular do Garras, os bandidos levaram cofre da residência, perfumes do empresário, tênis e joias da sua esposa. “Era um cofre pequeno”, comentou.

Peró explicou que a delegacia assumiu a investigação porque ele acabou sendo acionado por um amigo do furto. O delegado reside no Damha 2, onde já ocorreu um furto. No entanto, o ladrão usou um amigo, que namorava uma moradora, para acessar o condomínio e praticar o crime.

Na véspera do Ano Novo, por volta das 21h do dia 31 de dezembro do ano passado, ocorreu um roubo semelhante. Bandidos cortaram a cerca lateral da rodovia e acessaram uma residência do Damha 3. Na ocasião, eles teriam levado cofre, joias e tênis. Este caso é investigado pela Derf (Delegacia de Roubos e Furtos).

 

Moradores do Damha I ficaram espantados com a falha na segurança do residencial, que tem cerca elétrica e ronda constante da segurança. O acesso à casa de André Patrola, conforme informações extraoficiais, teria ocorrido logo após a segurança passar pelo local. O empresário estava em uma festa e só teria retornado às 20h.

O Residencial Damha se consagrou como enderenço de políticos e empresários. O condomínio de luxo ganhou notoriedade após a Polícia Federal cumprir mandados de busca e apreensão da Operação Lama Asfáltica na mansão cinematográfica do ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, condenado a nove anos e dez meses.

O ex-ministro da Secretaria de Governo e atual conselheiro da Itaipu Binacional, Carlos Marun, reside no local. Na época da reforma da previdência, trabalhadores fizeram protesto na frente do local.

Ex-prefeito de Campo Grande e senador da República, Nelsinho Trad (PSD), passou a morar no condomínio. O

 O ex-prefeito, condenado à cadeia, Gilmar Olarte, comprou lotes e pretendia construir uma mansão no condomínio, que acabou ficando inacabada após o Gaeco descobrir o esquema de desvio de dinheiro da prefeitura e a lavagem de R$ 3,4 milhões em imóveis.

 

Blog

O jacaré

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Mega-Sena acumula, veja números
Campo Grande
Domingo de temperatura amena e possível chuva à tarde
Ceará
88 mortes no Ceará, com a PM em greve
Geral
Reuters se junta ao Facebook no combate à desinformação na rede social
Geral
Quase mil passageiros desembarcam do navio afetado pelo coronavírus
Carnaval
Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
Geral
Julgamento de Assange começa na segunda-feira
Politica ou Politicagem ?
Solidariedade expulsa vereador que liderou motim da PM no Ceará
Ceará
Carnaval é cancelado no Ceará
Política
Guru do presidente está internado nos Estados Unidos