Menu
Busca Sex, 15 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Crueldade

Irmãos são presos por assassinar homem e alegam que foi porque vítima desligou Wi-Fi

12 maio 2018 - 10h41Por Redação Notícias VIP
Dois homens foram presos na cidade de Aurelino Leal, na Bahia, eles confessaram o assassinato do administrador da fazenda onde trabalhavam. Segundo a polícia, os dois homens afirmaram que cometeram o assassinato porque a vítima teria desligado o sinal de Wi-Fi do imóvel.

Segundo informações do portal G1, os irmãos Reinan Oliveira da Silva, de 20 anos, e Venício da Silva dos Santos, 18, cometeram o crime com requintes de crueldade e esconderam o corpo da vítima, identificada como Miguel Mario Oliveira Santos, de 51 anos. O crime aconteceu em dezembro de 2017, mas eles só foram presos na última quarta-feira (09).

Segundo informações do delegado Lane Andrade, as investigações apontam que a dupla mentiu sobre a motivação do assassinato. A suspeita é de que os irmãos tenham cometido latrocínio, o roubo seguido de morte, já que moto da vítima sumiu da fazenda no mesmo dia do assassinato, e criaram a versão sobre o sinal da internet, na tentativa de abrandar a pena. A dupla vai responder por latrocínio e ocultação de cadáver.

Fonte: Midiamax
racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bonitão do PCC
Após pedido do MPF, Bonitão do PCC é removido para Presídio Federal
Campo Grande
Fiat Uno cai no córrego na Ernesto Geisel esquina com Manoel da Costa Lima
Brasíl
Covid-19: Brasil tem 8,39 milhões de casos e 208,1 mil mortes
Oportunidade
Eldorado Brasil abre 800 vagas de emprego em três unidades de MS
Colapso
Manaus vai transferir 235 pacientes com covid-19 para oito estados
Covid 19
São Paulo retorna a fases mais restritivas de plano contra a covid-19
Covid 19 em MS
MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19
Sangue
Com estoque em 14%, Hemosul convoca doadores de O- e outras tipagens sanguíneas
Campo Grande
Enfermeiros foram mortos por Covid 19 na Santa Casa de Campo Grande
Campo Grande
Trad está omitindo-se de combater os focos de Dengue na capital