Menu
Busca Qui, 03 de dezembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Ivestigação

Jungmann confirma que vereador e PM são investigados em caso Marielle

11 maio 2018 - 11h42Por Redação Notícias VIP
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann , disse na quinta-feira (10) que o vereador Marcelo Siciliano (PHS) , o ex-policial militar Orlando de Araújo, e dois PMs cujos nomes não foram revelados estão entre os investigados pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes.

Jungmann também afirmou que a investigação sobre o assassinato, ocorrida na noite de 14 março deste ano, ?está chegando na sua etapa final?. ?Eu acredito que, em breve, vamos ter resultados?, afirmou o ministro, após presidir a primeira reunião da Câmara Intersetorial de Prevenção Social e Segurança.

Perguntado sobre a participação do vereador Marcello Siciliano (PHS) e do ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo no assassinato de Marielle, após reportagem do jornal  O Globo  divulgar o depoimento de uma testemunha que acusa os dois de terem se reunido para planejar a morte da parlamentar, o ministro lembrou já ter mencionado que o crime apontava para a atuação de milícias.

?Não estou dizendo que são esses especificamente. Agora, tem dois níveis que tenho que observar: um é o do jornalismo e as suas informações que, evidentemente, têm que ser investigadas. E outro é a própria investigação em si sobre a qual a gente, por óbvios motivos, não tem aqui como ficar comentando. O que eu posso dizer é que estes e outros todos são investigados?, disse.

O vereador Marcello Siciliano negou participação no assassinato de Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes.

Policiais envolvidos

De acordo com uma testemunha-chave ouvida pelos investigadores que apuram o assassinato da vereadora  Marielle Franco (PSOL)  e do motorista Anderson Gomes, dois policiais militares, um da ativa e outro da reserva, tiveram participação no crime.

O PM da ativa, disse a testemunha, é do 16º Batalhão da PM do Rio de Janeiro, em Olaria, próximo ao Complexo do Alemão. Já o PM da reserva era do batalhão da Maré. Os dois estariam no carro de onde saíram os disparam que vitimaram Marielle e Anderson.

Com informações da Agência Brasil


racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Morreu na frente de presidio em Campo Grande de onde tinha acabado de sair.
Mundo
PF cumpre cinco mandados de prisão por tráfico de drogas
Judiciário
Bicho e Pantanal Cap sofrem investidas do Gaeco e outras forças policiais por ordem do TJ
Campo Grande
Operação Omertà, fase Black Gay, cumpre mandados no combate ao jogo do bicho e ao Pantanal Cap
Justiça
Ação popular movida por 500 advogados pede anulação das eleições municipais de 2020
Campo Grande
Operação Omertà tem mais uma fase sendo cumprida hoje 2/11/2020
Brasil
Bolsonaro afirma que "Auxílio Emergencial não é eterno, vai acabar".
Brasíl
Mato Grosso do Sul busca parceria do BRB para ampliar linhas de financiamento
Campo Grande
Presidiário executado na calçada da Gameleira, mandou matar, decapitar e queimar ex-esposa e a cunhada
Campo Grande
Homem é executado a tiros na frente de presídio