Menu
Busca Sex, 25 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Justiça

Justiça deve decidir se assassino de Mayara Amaral vai a júri popular

14 maio 2018 - 14h40Por Redação Notícias VIP
Deve ser decidido nesta terça-feira (15) se Luís Alberto Bastos Barbosa assino confesso da musicista Mayara Amaral irá a júri popular após conflito de competências.

O conflito deve ser julgado pelos desembargadores nesta terça-feira (15), após o juiz da 2º Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande alegar conflito de competência com a 4º Vara Criminal para julgar e processar Luís Alberto pelo assassinato de Mayara.

Segundo os autos do processo, o conflito de competência foi gerado pela discordância entre julgar Luís por latrocínio ou feminícidio. A Procuradoria Geral de Justiça, por sua vez, opinou pela procedência do pedido ser de competência da 4º Vara Criminal, como indicado na denúncia feita pelo Ministério Público.

Relembre o caso
Mayara foi morta a marteladas, no dia 25 de julho de 2017, e segundo um dos suspeitos, também foi esganada. Luís Alberto Bastos Barbosa de 29 anos, Ronaldo da Silva Olmedo, de 30 anos, e Anderson Sanches Pereira, 31 anos, foram presos em flagrante pelo crime, na quarta-feira, 26 de julho. Mas, após as investigações foi concluído que Luis agiu sozinho roubando R$ 17,3 mil em bens da vítima.

A defesa de Luís teve como estratégia culpar as drogas pelo crime, e após esta tentativa foi pedido à Justiça que o músico passasse por avaliação de sanidade mental por acreditar que o baterista teria cometido o crime motivado por um distúrbio muito além de sua vontade.

Mas, em despacho feito pelo juiz consta que o Luís não teria afirmado ser total parcialmente incapaz de entender o caráter do ilícito cometido por ele. Ainda segundo o documento, durante o depoimento o acusado teria se mostrado consciente das acusações contra ele, dando detalhes do que tinha acontecido no dia do crime.
Com informações Midiamax
 
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corrupção
Operação da PF apura desvios no SUS de mais de R$ 2 milhões Ao todo 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no RS e ES
Brasíl e Mundo
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Brasíl e Mundo
Time coloca Bolsonaro entre 100 mais influentes e o responsabiliza por mortos na pandemia e crise ambiental
Saúde
J&J inicia estudo final de vacina contra Covid-19 em 60 mil voluntários
Vacina contra Covid 19
Polícia
"Argumento para lacrar bancas do bicho é ocupação de calçadas sem autorização " disse site de notícias.
Rio de Janeiro
"Vai vendo ... Witzel faltou algumas aulas do prefeito Crivella " disse a fonte
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.