Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Justiça

Ministro da Justiça pede inquérito para investigar postagem de jornalista que faz alusão nazista a Bolsonaro

15 junho 2020 - 14h30Por Reuters

 ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, pediu nesta segunda-feira à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República abertura de inquérito para investigar publicação reproduzida no Twitter do jornalista Ricardo Noblat com alusão da suástica nazista ao presidente Jair Bolsonaro, informou em nota a assessoria de imprensa da pasta.

O pedido de investigação, segundo a nota, leva em conta a lei que trata dos crimes contra a segurança nacional, citando o artigo 26. Essa norma dispõe que “caluniar ou difamar o presidente da República, o do Senado Federal, o da Câmara dos Deputados ou o do Supremo Tribunal Federal, imputando-lhes fato definido como crime ou fato ofensivo à reputação”.

O texto prevê pena de prisão de 1 a 4 anos.

Em um do Blog do Noblat, às 12h18, o jornalista comenta que a “Secretaria de Comunicação, chefiada por Fábio Wajngarten, ameaça processar o jornalista Ricardo Noblat e o chargista Renato Aroeira por uma ilustração que usa a suástica como crítica a Jair Bolsonaro” em postagem no Twitter.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha