Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros

O fato ocorreu no Conjunto Nova Campo Grande, foi descoberto pelo filho da vítima.

23 setembro 2020 - 09h00Por Plantão de policia

Uma cabeleireira identificada como Lucia Cavalcanti de Oliveira Menegazzo, de 57 anos, foi encontrado morta no banheiro de casa na noite desta terça-feira (22) na Vila Nova Campo Grande, em Campo Grande. O caso foi registrado como morte a esclarecer e suspeita-se de que ela tenha sofrido uma queda no banheiro e batido com a cabeça.

Consta no registro policial, que o filho de Lucia trabalhava no salão de cabelereiro, que fica na parte de frente da casa. Ele então sentiu falta da mãe e encontrou a mãe muito machucada no banheiro.

Ele então chamou por vizinhos que acionaram o Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). No momento em que os socorristas chegaram ao local, a vítima estava ao solo do banheiro com cianose arterial, ausência de pulso arterial e rigidez, com trauma de face com sangramento na cavidade oral. O caso foi registrado na Depac Centro.

 

Por Midiamax

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito