Menu
Busca Sb, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Polícia

Mulher nordestina cortou o saco e deixou os dois ovos para amante cozinhar e comer

17 agosto 2019 - 17h17

Após descobrir uma traição, uma mulher matou o companheiro a facadas na noite desta quinta-feira em Areial (PB). O crime que, segundo o delegado Kelsen Vasconcelos, foi premeditado, impressionou os moradores da pequena cidade de 6 mil habitantes, principalmente porque Marivânia Gabriel dos Santos cortou os órgãos sexuais de Luiz de Almeida, colocou-os dentro de um copo e arremessou seu conteúdo na frente da casa de uma das três amantes da vítima, que morava perto da residência do casal.

Em seguida, a autora tentou suicídio, mas foi socorrida pelo serviço de emergência e levada a um hospital da região, onde permanece internada sob custódia policial. Quando receber alta, ela deverá ser autuada por homicídio qualificado, informou o delegado. A paciente não corre risco de morte, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil da Paraíba.

De acordo com Vasconcelos, os dois filhos de Marivânia estavam em casa no momento do crime: uma menina de 11 meses e um menino de 9 anos. Ambos estavam dormindo. O menino, contudo, acordou com os gritos e ao levantar já encontrou o padrasto morto em outro cômodo da casa. Durante a briga, houve luta corporal e a mulher jogou ácido no corpo de Luiz, queimando sua pele. Ele foi mutilado, contudo, após ser morto.

O delegado explicou que o crime foi premeditado pois a autora deixou uma carta de despedida, se desculpando pelo que faria e pedindo ao filho mais velho, que é maior de idade, para deixar as crianças com a irmã dela. Inicialmente, as crianças foram levadas para a casa da idosa onde Marivânia trabalhava como cuidadora e, depois, para a casa da bisavó. Vasconcelos disse ainda que elas deverão por fim morar com o irmão mais velho e a tia deles.

— A autora alugou uma casa em frente à residência de uma das amantes, que seria o pivô de tudo. A Marivânia descobriu a traição e se descompensou. Mas ele tinha outras três mulheres, sendo que uma delas está grávida — afirmou Vasconcelos.

O caso será encaminhado à Delegacia Seccional de Esperança, uma cidade próxima, e as investigações serão feitas pelo Núcleo de Homicídios. Depoimentos de policiais militares, parentes e testemunhas deverão ser colhidos na próxima segunda-feira.

 

Vai Paraiba

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Reuters se junta ao Facebook no combate à desinformação na rede social
Geral
Quase mil passageiros desembarcam do navio afetado pelo coronavírus
Carnaval
Escolas de samba movimentam economia durante todo ano no Rio
Geral
Julgamento de Assange começa na segunda-feira
Politica ou Politicagem ?
Solidariedade expulsa vereador que liderou motim da PM no Ceará
Ceará
Carnaval é cancelado no Ceará
Política
Guru do presidente está internado nos Estados Unidos
Fronteira
Operação Alba: 10 pessoas foram presas nesta madrugada em PJC
Polícia
ABRAJI informa que pistolagem usou a mesma arma para jornalista e outras pessoas
Ceará
Reforço de segurança nacional e exército chega ao Ceará