Menu
Busca Sáb, 17 de abril de 2021
(67) 9.9928-2002
Justiça

Polícia investiga quem visitou Câmara no dia da morte de Marielle

22 março 2018 - 14h33Por Redação Notícias VIP

A investigação da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes está visando o 7º andar do prédio anexo da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Os dois foram assassinados com tiros na noite do último dia 14. As informações são do jornal "O Globo". 

A Delegacia de Homicídios já está em posse das imagens do circuito interno de vigilância e irá analisar todas as visitas feitas ao local no dia do crime. A reportagem lembra que dois vereadores que têm ligação com milicianos possuem gabinetes neste andar: Chiquinho Brazão (PMDB-RJ) e Zico Bacana (PHS). 

Zico Bacana, que é a alcunha do policial militar Jair Barbosa Tavares, teve o nome citado na CPI das Milícias. Ele foi apontado como membro do grupo organizado que tem atuação nas comunidades da Palmeirinha e da Eternit. 

Além disso, ele homenageou militares do 41º BPM, batalhão que foi denunciado por Marielle no sábado anterior ao assassinato. "Precisamos gritar para que todos saibam o que está acontecendo em Acari neste momento. O 41º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari", escreveu ela em suas redes sociais. 

Procurado pela reportagem, responsáveis pelo gabinete do vereador Zico Bacana disseram que, assim como outros políticos, o vereador presta homenagens para diversos batalhões. "Repudiamos qualquer associação com o caso. Confiamos na apuração da Polícia Civil", explicaram. 

O vereador Chiquinho Brazão, também através de seu gabinete, informou que não estava presente no escritório no dia da morte de Marielle e Anderson. Assim, não recebeu nenhuma visita no prédio da Câmara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Governo simplifica regras para aumento de cobertura de rádios FM
Desemprego
Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
Covid 19 em MS
Após confirmação de 2 variantes em MS, especialista sugere "mais controle"
Estudos apontam que variante P2 veio do Rio de Janeiro, mas é considerada menos letal que a P1, de Manaus
Auxílio emergencial
Auxílio do Estado poderá contemplar quase 20 mil famílias em Dourados
Trânsito
Mudanças no CTB: Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Motorista
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
Meteorologia
Quarta de tempo parcialmente nublado e pancadas de chuva no centro-sul do Estado
Brasília
Senador diz ter assinaturas para ampliar investigação da CPI da Covid
Geral
Pandemia aumenta em 20% os acidentes domésticos com crianças
Brasil
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea