Menu
Busca Dom, 24 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Ponta Porã

Polícia paraguaia prende dois suspeitos de matança de membros da turma de Fahd Jamil

27 novembro 2020 - 09h00Por Plantão de policia

Agentes de Investigação Criminal do Paraguai conseguiram prender dois homens após uma perseguição na área da Colônia Estrella. Foram identificados como Elvio Balbino Ovelar Espinoza vulgo “Titão” (de camisa xadrez) com longa ficha criminal, o outro seria Fredy Osmar Sanabria Cáceres (camiseta preta), que também é velho conhecido da polícia. Não se tem informações sobre a participação da dupla na execução dos quatros homens encontrados enterrados em covas rasas.

Com os detidos, foram apreendidos uma pistola Glock 9mm e um caminhonete blindada.

As polícias do Brasil e do Paraguai iniciaram uma Força-tarefa para tentar localizar os responsáveis pela execução de quatro homens.

Os corpos foram encontrados na manhã desta quinta-feira (25), em área rural de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Eles estavam enterrados em cova rasa e tinham marcas de tortura. As vítimas foram identificadas como Riad Salem, Felipe Bueno, Muriel Correia e Gustavo. Riad e Muriel eram sobrinhos do empresário Fahd Jamil, conhecido como “Rei da Fronteira”.

Com Manchete Popular

racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid 19 em MS
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
Alimentação
Governo federal se compromete com isenção de exportações para o PMA
Educação
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
Campo Grande
Marquinhos Trad cobra impostos e taxas da população de Campo Grande e não realiza serviços públicos.
Vacina
Fiocruz libera neste sábado distribuição de vacina aos estados
Tempo e temperatura
Meteorologia prevê sábado com pancadas de chuva e máxima de 33°C
Nioaque
Prefeito de Nioaque é o primeiro a ser investigado por tomar vacina destinada a indígenas
Judiciário
Em posse do TJMS, Reinaldo Azambuja destaca importância do Poder Judiciário no combate à pandemia
Vacina
Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Brasíl
Número de casos de covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil Doença já fez mais de 215 mil vítimas