Menu
Busca Sáb, 17 de abril de 2021
(67) 9.9928-2002
GRANDE RIO

Polícia prende suspeito de participar de chacina de cinco jovens

09 abril 2018 - 09h41Por Redação Notícias VIP
Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo prenderam hoje (9) três homens suspeitos de participar de um grupo de milicianos que atua em Maricá, no Grande Rio. Entre eles, figura João Paulo Firmino, suspeito de atirar e matar cinco jovens no município, em 25 de março.

Os cinco adolescentes foram assassinados na área de convivência de um condomínio do programa Minha Casa, Minha Vida, em Itaipuaçu. A polícia acredita que eles tenham sido mortos por integrantes do grupo miliciano que atua na região e do qual os três presos hoje são suspeitos de fazer parte.

Os cinco mortos - Sávio Oliveira, Mateus Bittencourt, Matheus Baraúna, Marco Jhonathan e Patrick da Silva - tinham entre 16 e 20 anos, participavam de um projeto social ligado à cultura do rap e davam aulas para crianças. Eles voltavam de um show do rapper Projota quando foram executados dentro do condomínio. Com informações da Agência Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Governo simplifica regras para aumento de cobertura de rádios FM
Desemprego
Impacto da pandemia é maior para trabalhadores jovens, diz Ipea
Covid 19 em MS
Após confirmação de 2 variantes em MS, especialista sugere "mais controle"
Estudos apontam que variante P2 veio do Rio de Janeiro, mas é considerada menos letal que a P1, de Manaus
Auxílio emergencial
Auxílio do Estado poderá contemplar quase 20 mil famílias em Dourados
Trânsito
Mudanças no CTB: Nova Lei proíbe o transporte de menores de 10 anos em motocicletas
Motorista
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
Meteorologia
Quarta de tempo parcialmente nublado e pancadas de chuva no centro-sul do Estado
Brasília
Senador diz ter assinaturas para ampliar investigação da CPI da Covid
Geral
Pandemia aumenta em 20% os acidentes domésticos com crianças
Brasil
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea