Menu
Busca Sb, 18 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Contrabando

Policial militar é condenado a 8 anos de prisão por comércio de armas e munições

05 abril 2018 - 16h21Por Redação Notícias VIP
Polícia militar aposentado de 47 anos foi condenado a 8 anos e três meses de prisão em regime semiaberto pelo comércio ilegal de munições. Na sentença, o juiz Jessé Cruciol Júnior, de Nova Alvorada do Sul, determinou que o acusado não poderá recorrer em liberdade e terá que pagar 120 dias-multa.

Conforme a denúncia, o militar mantinha um depósito onde armazenava e comercializava armas de fogo e munições de uso restrito. Desde março ele e outros suspeitos eram investigados pela corregedoria da Polícia Militar por facilitar a passagem de cargas com produtos de contrabando e descaminho, em Nova Alvorada do Sul.

Em sua defesa, o autor pediu absolvição sob a justificativa de que não existiam provas suficientes contra ele e que que mantinha as armas e munições porque visava seu retorno ao quadro efetivo de policiais militares e porque era praticante de tiro esportivo. Ele negou a venda das armas.

Na sentença, o juiz decidiu que ficou confirmada a culpa do militar, já que ?fica claro, então, que o tipo em questão traz elemento subjetivo específico, consistente na finalidade de auferir algum tipo de lucro, abusando de sua qualidade de policial aposentado para adquirir e revender, sem levantar qualquer suspeita?.

O magistrado afirmou também que não houve a comprovação de que o réu era praticante de modalidade de tiro esportivo ou que possuía autorização para ser colecionador.

?A prática de tiro esportivo demanda prévia autorização de aquisição do armamento e munição junto ao Exército Brasileiro, após intensa burocracia e mediante documentação idônea?, completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
DCM - Alexandre de Moraes do ninho tucano ao STF indicado por Temer segura processo contra Ônixsso
Campo Grande
Ladrões são presos minutos após roubo
UFC
Cerrone admite surpresa com versão de Conor, mas frisa: "Não sei com o que ele me provocaria
Campo Grande
Tarado que estuprou a netinha foi preso flagrante
PRF
PRF: Apreensão de ouro, armas e muito dinheiro,
Campo Grande
Um diretor de jornal estava com a veterinária que faleceu, sob efeito de drogas
Polícia
Mais um "inocente" foi preso com droga
Brasília
Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat
Campo Grande
Veterinária morre depois de sair de motel em surto
Ciência
Cientistas ficam de cabelo em pé ao ver filhotes de lobo brincar de buscar bolas