Menu
Busca Ter, 24 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Operação Arla 32

PRF participa de operação de combate a adulteração de combustíveis e Arla 32

21 outubro 2020 - 12h40Por Blog do Caminhoneiro

 PRF participa hoje da operação Arinna, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado de São Paulo. O objetivo da operação é desarticular uma quadrilha especializada em adulteração de combustíveis, principalmente de Arla 32, além da importação irregular de nafta, com sonegação estimada em R$ 538 milhões em tributos.

 

 

Foram cumpridos quinze mandados de busca e apreensão e dois de prisão, em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Tocantins, Rondônia e Rio Grande do Sul.

Um dos braços da quadrilha fabricava Arla 32 usando ureia agrícola, que pode trazer problemas aos veículos e não tem eficiência na redução da emissão de poluentes.

O grupo também importava irregularmente a nafta, um derivado do petróleo usado como matéria-prima na produção de alguns tipos de plásticos. A nafta era misturada à gasolina, para adulteração.

De acordo com levantamento feito pela Receita Federal, com a sonegação de impostos, devido à importação irregular da nafta, o grupo movimentou mais de R$ 538 milhões.

Por Blog do Caminhoneiro

 

 

pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Comerciantes e consumidores reclamam de multas, sujeira e falta de estacionamento na 14 de julho na capital.
Saúde
Eficácia da CoronaVac será anunciada no início de dezembro, registro é esperado para janeiro
Medicos
Inep disponibiliza cartão de confirmação do Revalida 2020
Corrupção
PF apura desvio de R$ 5,7 milhões em transporte escolar em Manaus
Polícia Federal
PF deflagra mega operação em MS e mais nove Estados
MS
Cena de tortura praticada por PM contra mulher em MS gera revolta nas redes sociais
Líderes do G20 discutem ajuda a nações mais pobres no mundo pós-coronavírus
Amapá
Bolsonaro promete MP isentando consumidores do Amapá de conta de luz
Preconceito racial
Protesto contra morte de João Alberto em SP tem princípio de incêndio
Saúde
Brasil tem 376 novas mortes por Covid-19, total de óbitos chega a 168.989