Menu
Busca Qui, 20 de junho de 2019
(67) 9.9928-2002
MORTE NA CASERNA

Sargento invade casa da ex-amada, encontra soldado no lugar e é morto com 4 tiros

22 março 2018 - 14h28

Mais um assassinato em Várzea Grande. Agora foi de um militar e nada de confronto com marginais. A morte aconteceu na sala de um residência no Jardim Marajoara e o motivo foi a disputa por uma mulher. Quem morreu foi o sargento José Carlos, do 25º Batalhão, alvejado quatro vezes por um soldado da corporação, B. Filho, que fugiu após os disparos, avisando que vai se apresentar depois de 48 horas, quando acabar o período de flagrante. 

Inconformado com a separação, o sargento José Carlos vivia procurando a ex-mulher para reatar o relacionamento e sempre ouvindo não. Na noite desta quarta-feira, ele resolveu agir de forma inusitada. Foi até a casa a amada e ao invés de chamar no portão resolveu pular o muro. Ao entrar na sala, uma surpresa a mulher já tinha colocado outro em sua residência e para complicar também militar, só que de patente mais baixa, um soldado. 

Os dois militares começaram a discutir até que o soldado B.Filho pegou sua arma e efetuou quatro disparos na direção do sargento, que não teve tempo de reagir, caindo morto ali mesmo. 

A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) foi ao local para iniciar as investigações, quando foi informada que o soldado prometeu se apresentar, no 4º Batalhão, onde presta serviço, assim que terminar o período de flagrante, ou seja em 48 horas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nova Alvorada do Sul
Celular pega fogo e quase queima uma casa
Facção Criminosa Comando Vermelho
Luiz Queimado faleceu na Bahia
Dourados
A covardia e as consequências de escolher mal o namorado
Água Clara
Vereadora é cassada por corrupção
Nova Andradina
As pistas do MS são perigosas pala falta de manutenção e de motorista com imprudência
Bolsonaro esculhamba militar
BOLSONARO REAGE A SANTOS CRUZ E DIZ QUE GENERAL É 'PÁGINA VIRADA'
CORREIOS
Discursos, sem menor preocupação, servem para Bolsonaro se livrar de seus assessores
TECNOLOGIA
Google lançará aplicativo para competir com Whatsapp; novo sistema deve incomodar telefônicas
Armas, drogas e celulares
PCC assassinou dez pessoas do Clã Rotela
Campo Grande, cadê o prefeito?
A incompetência de um prefeito causa.tristeza e dor nas pessoas