Menu
Busca Sáb, 31 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
Exemplo

SEJUSP atesta eficiência operacional do 3º BPM no combate ao crime em Dourados

25 janeiro 2019 - 11h30

No relatório do Núcleo de Estatísticas e Análise Criminal, divulgado esta semana pela SEJUSP (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), o 3º Batalhão de polícia Militar de Dourados, lidera o ranking de metas das unidades regionais das cidades do Mato Grosso do Sul, somando 11 pontos positivos, ou seja, com queda de índices, dos 12 possíveis.

 

Queda na incidência criminal desde 2013

Em uma gestão moderna e técnica, priorizando o patrulhamento ostensivo e preventivo, bem como o atendimento à comunidade, o 3º BPM vem a duas linhas de comando (do Coronel C. Barbosa ao Tenente Coronel Carlos Silva), reduzindo a incidência criminal em Dourados e na área de atribuição do 3º BPM que engloba atualmente os distritos de Vila Formosa, Panambi e Vila Vargas, além das cidades de Douradina e Itaporã.

Os números são positivos desde 2013, onde 3º BPM acabou assumindo sempre as primeiras posições na redução da incidência criminal entre as cidades do MS e, de lá para cá, os números vem caindo todo os anos.

Crimes analisados pela SEJUSP

A SEJUSP analisa 12 pontos (crimes) que tem um maior impacto na segurança do sul-mato-grossense, sendo que num comparativo somente entre os anos de 2017 e 2018, o 3º BPM apresenta 11 pontos positivos, ou seja, redução de incidência de 11 crimes na sua área de atribuição.

Veja os números 2017/18

Acidentes de trânsito com vítima fatal – redução de 15%;

Feminicídio – redução 16%;

Furto – redução 4%;

Furto de veículo – redução 24%;

Furto de residência – redução 30%;

Homicídios – redução 22%;

Roubo – redução 15%;

Roubo de veículo – redução 7%;

Roubo residência – redução 11%;

Roubo via pública – redução 15%;

Roubo em comercio – redução 25%.

 

Trânsito

Durante as ações preventivas e repressivas no policiamento de transito de Dourados, que ficam a cargo do Pelotão de Trânsito do 3º BPM, foram lavrados mais de 10 mil notificações por infrações e crimes de trânsito, além do recolhimento de 619 veículos ao pátio do DETRAN. Esses números contribuíram diretamente para redução de vítimas fatais em acidentes de transito em Dourados, que foram de 44 em 2017 e 37 no ano de 2018, com uma redução de 22% no período apurado.

 

Crimes contra o patrimônio

Houve queda significativa em todos os crimes contra o patrimônio em Dourados, sejam roubos ou furtos, com a recuperação de 208 veículos com queixa de roubo/ furto e a apreensão de 77 armas de fogo, sendo a maioria delas utilizadas no cometimento de crimes na cidade.

 

Crimes contra a vida

Esse índice criminal de feminicídio acusou queda de 16% de 2017 para 2018, sendo registrados 6 ocorrências em 2017 e 5 em 2018.

O PROMUSE (Projeto Mulher Segura) foi uma das principais ferramentas de combate a esse tipo de crime, com um pós-atendimento eficiente e com o encaminhamento de mulheres vítimas de violência unidades de proteção, bem como intervenções judiciais com medidas protetivas.

Os crimes de homicídio reduziram quase ¼ nesse período, sendo 94 em 2017 e 73 em 2018.

 

Apreensões recorde

Num trabalho incessante tanto no monitoramento, quanto na vigilância, trabalhando em conjuntos com outras unidades de segurança da fronteira e também levantando informações do disque denúncia, os policiais da Agencia Local de Inteligência tiveram papel fundamental na apreensão recorde de drogas.

Em 2018 foram apreendidas 13,8 toneladas de maconha, 7,3 quilos de cocaína, 4,7 quilos de pasta base de cocaína e 2,1 quilos de crack, que seriam, em sua maioria, consumidos na cidade de Dourados.

Como resultados dessas apreensões, 123 pontos de venda e distribuição de drogas foram desarticulados, com a prisão de 152 pessoas pelo crime de tráfico de drogas.

O prejuízo provocado pelas ações dos policiais do 3º BPM ao narcotráfico gira em torno de 28 milhões de reais.

 

Importância da Comunidade e do COISED

O comando do 3º BPM ressaltou a importância do trabalho dos órgãos de segurança pública em Dourados através do COISED e o apoio da comunidade.

“Os números positivos de 2018 só foram possíveis graças a um esforço tríplice, ou seja, da tropa ordinária operacional através da realização das operações; da comunidade que nos prestou total apoio as ações da PM durante todo o ano e, a união dos órgãos de segurança pública, congregados no COISED (Conselho Institucional de Segurança de Dourados), juntamente como o Ministério Público Estadual e a Receita Federal.” Disse o Tenente Coronel Carlos Silva.

 

 

Pela redação

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana