Menu
Busca Sáb, 19 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
POLÍCIA

Sejusp confirma ligação entre princípios de motim em 3 presídios de MS e operação contra drones

Por Carol Assis
 A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmou que os princípios de rebeliões nas unidades prisionais de Três Lagoas, Dois Irmãos do Buriti e Campo Grande em protesto às vistorias realizadas na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), na quarta-feira (18), para recolher armas deixadas por drones.

Segundo a Sejusp, alguns internos tentaram impedir o acesso dos policiais para impossibilitar que as vistorias fossem feitas pelos agentes penitenciários. A atitude provocou um princípio de tumulto, sendo controlado pelas forças de segurança conforme os protocolos necessários.

A medida gerou manifestações nos três presídios, mas foram rapidamente controladas pelas direções dos estabelecimentos penais e agentes penitenciários. Ainda de acordo com a Sejusp não foi necessária a intervenção da Polícia Militar em nenhuma das unidades.

Na Penitenciária Máxima da capital sul-mato-grossense, a manifestação resultou danos em algumas celas e os internos foram transferidos para que sejam feitos os reparos. Em Três Lagoas, durante a manifestação, um detento machucou a mão e teve de ser socorrido.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 135 mil mortes por covid-19
Meio Ambiente
Nuvem de fumaça provocada por queimadas no Pantanal chega ao céu de São Paulo
Brasil
Fumaça do Pantanal faz avião de Bolsonaro arremeter em MT
Três Lagoas
Fogo destrói vegetação, floresta de eucalipto e interdita rodovia em MS
Brasil
Tite convoca a Seleção Brasileira para a estreia nas Eliminatórias
Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance