Menu
Busca Qui, 21 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Assassinato

Suspeito de matar jovem encontrada nua em milharal se apresenta à polícia

05 abril 2018 - 17h38Por Redação Notícias VIP
Se apresentou à polícia na tarde desta quinta-feira (5), o suspeito de matar a jovem Bruna Peixoto, de 22 anos, encontrada nua em uma plantação de milho no último dia 2. Acompanhado de um advogado, o rapaz disse em depoimento que apenas deu carona para a vítima e não a viu mais.

De acordo com informações do site Dourados Agora, o suspeito contou que deixou a jovem em uma região conhecida como Figueira e depois foi embora. Ele foi liberado após prestar depoimento e vai responder pelo caso em liberdade.

O caso
Uma jovem identificada como Bruna Peixoto de 22 anos foi encontrada morta em um milharal na aldeia Panambizinho em Dourados, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande. A indígena Bruna era moradora na aldeia Jaguapiru.

A jovem estava sem roupa e a suspeita é que tenha sido morta por asfixia. As roupas da vítima estavam espalhadas próximo a um córrego.

A polícia irá investigar se Bruna sofreu abuso sexual. O corpo da jovem passará por exames.

A família informou à polícia que a jovem estava desaparecida desde sexta-feira (31) e que junto à comunidade indígena buscavam pistas
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h
Campo Grande
Reinaldo Azambuja faz balanço do primeiro dia de vacinação no MS
Covid 19 em MS
Mesmo com vacina, população deve seguir em alerta sobre a Covid-19, afirma Reinaldo Azambuja
Tempo
Com previsão de mais chuva, Defesa Civil orienta população que mora em áreas de risco
Senado da República
Simone (MDB-MS), Kajuru (Cidadania-GO), Major Olímpio (PSL-SP) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) querem a presidência do Senado
Campo Grande
Região Norte da capital reclama do prefeito MarquinhosTrad (PSD)
Brasíl
Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresa
Justica
STJ dá 48h para autoridades do Amazonas se explicarem sobre oxigênio
Vacina
Fiocruz admite possível atraso na produção da vacina
Política
Novo defensor público-geral assume e pede investimentos para DPU