Menu
Busca Sex, 15 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Justiça

Trio que matou vítima a pedradas por dívida de R$ 650 vai a júri nesta quarta

18 abril 2018 - 09h31Por Redação Notícias VIP
Vão a júri popular às 8h desta quarta-feira (18) Aldo da Silva Paim e os dois sobrinhos dele, Maikon William Paim e Thierry Fernando Paim de Castro. Os três são acusados de matar espancado e a pedradas Rosinaldo Sérgio de Campos, de 33 anos, por uma dívida de R$ 650 referente a compra de uma arma de brinquedo.

O crime aconteceu na madrugada do dia 11 de junho do ano passado, no cruzamento da Rua Santa Mônica com a Avenida São Nicolau, na Vila Santa Luzia, em Campo Grande. Rosinaldo, conhecido pelo apelido de Madrugada, era dependente químico. 

Na época, Thierry que vendeu a arma de brinquedo para a vítima e não recebeu, garantiu que o crime não havia sido motivado por dívida. ?Ele contou que Rosinaldo, armado com faca, tentou assaltar o tio dele. Versão não confirmada pela polícia na ocasião. Thierry e a vítima se conheciam de data anterior. Os dois haviam praticado assalto juntos. Conforme a Polícia Civil, no dia do crime, os parentes passaram o dia consumindo bebida alcoólica e drogas e encontraram Rosinaldo na rua.

Tio e sobrinhos cercaram a vítima e a agrediram com chutes, socos e a pedradas. Toda a agressão foi filmada pela câmera de vigilância de um comércio próximo ao local. Em sua decisão, o juiz Aluízio Pereira dos Santos, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, entendeu haver indícios suficientes para pronunciá-los no crime de homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, em concurso de pessoas.
violência contra a mulher 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Concurso
Edital Polícia Federal: SAIU! 1.500 vagas na PF! Veja AQUI!
Oportunidade
Com 1.101 vagas, inscrição para vestibular UEMS 2021 vai até 24 de janeiro
Ferrovia
CAF vai financiar projeto de viabilidade da relicitação da ferrovia Malha Oeste
Tempo
Fim de semana será de tempo instável e temperaturas amenas
Colapso
Amazonas decreta toque de recolher devido a covid-19
Dourados
Prefeito Alan Guedes paga só 85% da folha de dezembro dos funcionários.
Municipiis
Frente de prefeitos: há seringas suficientes para começar vacinação
Desemprego
MPT abre inquéritos para avaliar danos sociais do fechamento da Ford
Ms
MS tem seringas e agulhas garantidas para iniciar vacinação contra Covid-19
Amazonas
Hospitais de Manaus estão sem oxigênio para pacientes com Covid-19