Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasília

Vídeo deixa claro: Bolsonaro queria trocar chefia da PF no Rio para proteger seus filhos

12 maio 2020 - 16h35Por Plantão de notícias
FOTO: SÉRGIO LIMA/AFP

Pessoas que tiveram acesso ao vídeo exibido hoje na Polícia Federal, dentro do processo que investiga denúncias do ex-ministro da Justiça Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro, afirmam que o que foi dito na reunião ministerial de 22 de abril é devastador para o chefe do Executivo. Ficou claro que a grande preocupação de Bolsonaro, ao mudar a chefia da superintendência no Rio de Janeiro é proteger os filhos dele.

 

“Todos que assistiram ao vídeo ficaram atônitos. Explicitou-se o que até então eram suposições: o presidente Jair Bolsonaro só está preocupado em livrar seus filhos do cerco da PF. Por isso, ele quer tanto ter o controle do órgão e ter acesso às investigações”, contou um dos presentes. Em uma das partes do vídeo, Bolsonaro diz: “Querem f. minha família”.

 

A avaliação de duas pessoas que participaram da exibição do vídeo nesta terça-feira (12/05), no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, em Brasília, é de que a situação, depois do vídeo, é muito ruim para o governo. “Como Bolsonaro vai rebater o que ele disse e está gravado? Vai dizer que fizeram montagem?”, indagou uma das fontes.

 

O vídeo foi exibido a mando do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (SFT). Participaram da exibição Sergio Moro, integrantes da Advocacia-Geral da União e procuradores e investigadores que acompanham o caso. O advogado de Moro, Rodrigo Sánchez Rios, por sinal, ressaltou que o material exibido confirma todas as denúncias feitas pelo ex-ministro.

 

Ao deixar o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro afirmou que Bolsonaro queria interferir no comando e nas ações da PF. Logo depois, o presidente da República tentou desqualificar as declarações do ex-juiz. Com o vídeo da reunião na qual Bolsonaro disse que demitiria Moro se ele não mudasse a chefia da PF, o clima no Palácio do Planalto é de alerta máximo. Tudo indica que a parte do vídeo que envolve Moro será liberada.

 

Brasília, 15h51min

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid
Justiça
Cármen Lúcia determina que CPI da Covid mantenha sigilo sobre dados de Ricardo Barros
Apenas o presidente da comissão, senador Omar Aziz, pode ter acesso aos dados do líder do governo na Câmara. Outros senadores membros da comissão terão acesso via requerimento
Policia Federal
Inquérito apura fraude na venda de medicamentos para o Ministério da Saúde entre 2016 e 2018; agentes também cumprem mandados na Precisa e na Global
PF investiga gestão Ricardo Barros e faz buscas em endereços de Max e secretário ligado a Ciro Nogueira
Paraná
PF desarticula quadrilha especializada em defensivos agrícolas ilegais
ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara