Menu
Busca Sex, 30 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
TIROTEIO

Acampamento pró-Lula: houve ameaças de morte, diz advogada

Por Carol Assis
Pessoas ameaçaram de morte os apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que estão acampadas em Curitiba. Situação ocorreu antes do ataque a tiros na madrugada de sábado (28), informa o relato da advogada Márcia Koakoski.

A gaúcha foi uma das feridas no ataque e estava acampada há dois dias, noticia a Folha de S. Paulo. Estilhaços de um banheiro químico que foi baleado a acertaram no ombro, mas sem gravidade. Koakoski prestou depoimento à polícia no mesmo dia.

De acordo com a vítima, por volta de 2h da madrugada, gritos de ameaça foram ouvidos pelos acampados. No entanto, por volta de 3h45, câmeras de segurança registraram um homem caminhando até o acampamento e disparando. O suspeito fugiu logo em seguida. As imagens foram divulgadas pela polícia, que também encontrou seis cápsulas de pistola 9 mm no local.

O sindicalista Jefferson Lima de Menezes, de 38 anos, que atuava como vigia, foi atingido de raspão no pescoço. Ele já deixou a UTI, mas não tem previsão de alta.

O delegado titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, Fábio Amaro, disse que o suspeito chegou em um carro preto modelo sedan.

O caso será investigado e a Polícia Militar irá reforçar o policiamento no acampamento.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Mourão aposta que governo comprará vacina chinesa: “Lógico que vai”
Internacional
Milhares de muçulmanos protestam contra comentários de Macron
Brasil
Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bi para ampliar Bolsa Família
Brasil e Mundo
Reino Unido louva abordagem "escalonada" contra a covid
Geral
Falta de manutenção contribuiu para acidente aéreo que matou Boechat
Brasil
Desemprego chega a 14,4% no trimestre encerrado em agosto
Campanha de multivacinação
Marquinhos Trad não consegue atingir meta de vacinação em Campo Grande.
Política
Governador, partidos e bancada do Maranhão protestam contra piada homofóbica de Bolsonaro
Geral
Polícia prende quadrilha que levava e vendia veículos de locadoras na Bolívia
Polícia
Idoso morre atropelado na MS-141