Menu
Busca Ter, 20 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002

Assis deixará SAD para coordenar a campanha de Reinaldo na Capital

11 abril 2018 - 10h09Por Redação Notícias VIP
O atual titular da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), Carlos Alberto de Assis (PSDB), anunciou que vai deixar o governo para coordenar, na Capital, a campanha de reeleição do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

?Vou ajudar a administrar até quando der, e depois vou sair para campanha de reeleição do governador?, revelou o secretário.

De acordo com o tucano, ele deve deixar a gestão Azambuja no final de julho ou começo de agosto, mas revela que já está atuando na pré-campanha, ?fora do horário de expediente?, ressalta.

O secretário tinha intenção de disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, mas desistiu de participar do pleito atendendo um pedido do próprio Azambuja, que também fez o mesmo pedido ao secretário de governo, Eduardo Riedel, e de Desenvolvimento, Jaime Verruck.

Assis frisa que deve cuidar da campanha de Reinaldo apenas em Campo Grande, e avisa que outra pessoa assumirá esse papel no restante do Estado. Segundo ele, é na Capital que ele ?bate na porta e é atendido?.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo
Frente fria avança em MS e Inmet faz alerta sobre queda brusca de temperatura
Economia
Dólar volta a subir e fecha no maior valor em três meses
Meio Ambiente
Bruxelas plantará uma árvore para cada recém-nascido
Luta pela democracia
Brasileira que participou de protestos em Hong Kong diz que ameaça chinesa não vai parar manifestantes
Fênomeno raro
FUMAÇA DE QUEIMADAS NA AMAZÔNIA ESCURECE CIDADES DO CENTRO-OESTE E SUDESTE
Além de política, até no entretenimento
Conflitos em Hong Kong chegam ao cinema com Jackie Chan e Mulan
Fora de sí
Jovem atropela padrasto, sobe no telhado e ameaça se matar
Covardia
Três moradores de rua são atropelados no centro de SP
Política
Parecer revela o que mais inquieta Moro na Lei do Abuso
Cultura
Enfermeira de MS premia com ensaio fotográfico gestantes que não faltam nas consultas: 'Ficam felizes demais'