Menu
Busca Seg, 27 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil e Mundo

Bolsonaro diz a multidão que acabou a velha política e a época da "patifaria"

19 abril 2020 - 18h30Por Reuters Brasil

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo, a uma multidão aglomerada, que acabou a “época da patifaria” e do que costuma chamar de “velha política”.

Vestidas de verde e amarelo, portando bandeiras do Brasil e faixas — uma delas dizia “Fora Maia”, em referência ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contra quem Bolsonaro abriu fogo direto na última semana —, as pessoas aplaudiam o presidente no Setor Militar Urbano da capital do país enquanto ele, da carroceria de uma caminhonete, chegou a interromper sua fala am alguns momentos para tossir.

“Nós não queremos negociar nada. Nós queremos é ação pelo Brasil. O que tinha de velho ficou para trás, nós temos um novo Brasil pela frente”, disse à multidão, que também trazia faixas em defesa de uma intervenção militar, em frente ao Quartel General do Exército.

“Todos, sem exceção no Brasil, têm que ser patriotas e acreditar e fazer a sua parte para que nós possamos colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece”, continuou, aplaudido a cada frase pelos manifestantes, que vez ou outra gritavam frases contra o Congresso, o Supremo Tribunal Federa (STF), e também a favor do AI-5, o ato institucional editado durante a ditadura e que marcou o endurecimento do regime.

Nos ataques abertos contra Maia durante a semana, Bolsonaro chegou a afirmar que o presidente da Câmara não age como patriota e sugeriu que sua atuação tenha como objetivo tirá-lo da Presidência da República.

 

“Acabou a época da patifaria”, disse Bolsonaro neste domingo. “Todos no Brasil têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro. Tenho certeza que todos nós juramos um dia dar a vida pela pátria. Vamos fazer o que for possível para mudar o destino do Brasil.”

O presidente seguiu o discurso, muito aplaudido, e diz que fará “o possível” para mudar o destino do país, garantindo que a população pode contar com ele para fazer “tudo aquilo que for necessário” para manter a democracia e a “nossa liberdade”. Também afirmou estar ali por “acreditar” nos manifestantes.

“Chega da velha política”, disse Bolsonaro.

O presidente realizou dois exames para verificar se havia sido contaminado pelo novo coronavírus, após vários integrantes de sua comitiva presidencial durante viagem aos Estados Unidos testarem positivo para a doença.

 

Segundo o próprio presidente, os dois exames realizados tiveram resultado negativo para Covid-19. Ele se recusou a divulgar o laudo dos testes.

Partidários e simpatizantes do presidente também participaram de carreata na Esplanada dos Ministérios.

Reportagem de Maria Carolina Marcello; Edição de Eduardo Simões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Festa do Corinthians no pódio após a conquista do Brasileiro Feminino
Covid 19
Brasil soma 243 mortes por Covid e 8.668 novos casos em 24 horas
Total de infectados desde o início da pandemia é de 21,3 milhões, enquanto óbitos chegam a 594.443
Economia
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
Brasíl e Mundo
Austrália: pacto de Aukus não levará à proliferação nuclear
Tempo
Última semana de setembro terá pancadas de chuva com destaque para calor e tempo seco
Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS