Menu
Busca Ter, 21 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasília

Bolsonaro passeia por Taguatinga, contrariando recomendações do Ministério da Saúde.

Sem medo de Coronavirus, disse Bolsonaro.

29 março 2020 - 11h34Por Fórum
 
2' 
29 DE MARÇO DE 2020, 12H05

Vídeo: Bolsonaro ignora orientação de isolamento e vai às ruas defender volta ao trabalho

Presidente passeou em Taguatinga, conversou com ambulante e recomendou o uso da hidroxicloroquina como solução para tratar o novo coronavírus

Jair Bolsonaro voltou a ignorar todas as orientações das autoridades da área de saúde, no sentido de manter isolamento domiciliar por conta da pandemia do novo coronavírus. Neste domingo (29), ele foi às ruas de Taguatinga, região administrativa do Distrito Federal.

Em conversa com um grupo de pessoas que estava em volta de uma barraca, onde um ambulante preparava churrasco, o presidente voltou a defender que a população deve sair de casa para trabalhar, sem se dar conta do risco que isso representa.

O ambulante chegou a dizer que “a morte está aí, mas seja o que Deus quiser. Só não pode ficar parado, com medo de morrer. Se não morrer de doença, morre de fome”.

Bolsonaro respondeu: “O que eu tenho conversado com o povo é que eles querem trabalhar. É o que eu tenho falado desde o começo. Tem que tomar cuidado, os maiores de 65 fiquem em casa”. Ingenuamente, o ambulante concordou com o presidente.

Antes disso, Bolsonaro esteve em Ceilândia, outra região administrativa do Distrito Federal, onde, de forma irresponsável, se reuniu, na porte de um estabelecimento comercial, com inúmeras pessoas, contrariando a recomendação de se evitar aglomerações.
 
Em sua peregrinação, Bolsonaro também foi a Sobradinho, no Distrito Federal. Postou o vídeo em seu Twitter, defendendo, novamente o retorno ao trabalho: “A imprensa diz que está nas ruas porque precisa trabalhar, mas e o povo?”, escreveu, junto ao vídeo.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara
Brasíl
Pesquisadora explicou como governo favoreceu a circulação do vírus
Política
Maioria é a favor da regulamentação do lobby, revela DataSenado
PF
CPI recorreu à PF para obter documentos negados pela Precisa e pelo Ministério da Saúde
Brasil
Covid-19: Brasil tem 21,2 milhões de casos e 590,5 mil mortes
Brasília
Dia Mundial do Doador de Medula Óssea muda cores do Congresso Nacional