Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

Bolsonaro vai a enterro de soldado no Rio de Janeiro

Militar morreu após falha na abertura de paraquedas

21 junho 2020 - 16h15Por R. EBC

O presidente Jair Bolsonaro esteve na manhã de hoje (21) no funeral do soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves, no Rio de Janeiro. Ele pegou voo de volta para Brasília por volta das 11h.

Segundo o Comando Militar do Leste do Exército, o soldado morreu na manhã de ontem, após acidente durante o lançamento de paraquedistas na Base Aérea dos Afonsos, no Rio de Janeiro.

De acordo com a nota do comando militar, durante o salto, o soltado ficou preso à aeronave e, após os procedimentos de emergência, a abertura do paraquedas do militar não ocorreu adequadamente.

“O soldado Chaves sofreu ferimentos graves por ocasião de sua chegada ao solo, recebendo, de imediato, os primeiros socorros por parte da equipe médica local. Foi conduzido, na sequência, ao Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ), na Vila Militar, onde foi atendido, mas infelizmente foi a óbito”, diz a nota.

Segundo o comando militar, foi instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias em que ocorreu o acidente.

Twitter

Em vídeo publicado em sua conta no Twitter, Bolsonaro destaca, em discurso durante a cerimônia, que o soltado buscava vencer um obstáculo, treinava, se empenhava e sofria, com o objetivo de se formar um militar paraquedista.

Ele ressaltou ainda que a missão das Forças Armadas é defender a pátria e a democracia. “E como dizia [aquele] que se tornou um grande amigo meu, o ex-ministro [do Exército] Leônidas Pires Gonçalves, nós estamos a serviço da vontade da população brasileira”, afirmou.

Matéria alterada às 18h56 para acréscimo de informações

Edição: Aline Leal

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha