Menu
Busca Qui, 23 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil

Bolsonaro vai oficializar prorrogação do auxílio na terça-feira, diz Arthur Lira

29 agosto 2020 - 13h00Por Reuters

(Reuters) - O deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do bloco parlamentar conhecido como centrão, afirmou neste sábado que o presidente Jair Bolsonaro anunciará oficialmente na terça-feira a prorrogação do auxílio emergencial pago a vulneráveis e trabalhadores informais devido à pandemia de coronavírus.

“Na terça-feira vamos ao Palácio da Alvorada anunciar, junto com o presidente Jair Bolsonaro, a prorrogação do auxílio emergencial, benefício tão importante para milhões de brasileiros que precisam dessa ajuda para enfrentar esse período da pandemia”, disse o deputado em publicação no Twitter.

Bolsonaro já confirmou que o auxílio que terminaria este mês será renovado até o final do ano, mas uma cerimônia para a oficialização prevista para terça passada foi adiada após Bolsonaro ter rejeitado proposta apresentada pelo Ministério da Economia para o programa Renda Brasil, que irá substituir o Bolsa Família e cujo lançamento ocorreria no mesmo dia.

Também ainda não está definido o valor das futuras parcelas do auxílio. Já está certo que o benefício não será mantido nos atuais 600 reais mensais devido ao elevado impacto financeiro (50 bilhões de reais por mês), mas Bolsonaro disse que considera os 200 reais propostos pelo Ministério da Economia insuficientes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo
Combate aos incêndios no Pantanal mobiliza 510 homens e seis aeronaves: incidência de focos é menor em três anos críticos
Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.