Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
PESQUISA

DATAmax: de cada 100 eleitores da Capital, 82 não têm candidato ao Senado

Por Carol Assis
O Jornal Midiamax divulgou o resultado da pesquisa espontânea, realizada pelo Instituto DATAmax, de intenção de voto do eleitor de Campo Grande para o cargo de Senador de República, que este ano terá duas vagas em disputa.

De acordo com a pesquisa, de cada 100 eleitores, quase 95 não sabem em quem votar ou declararam que vão anular seu voto para senador. Pelo menos 16 possíveis candidatos foram lembrados na espontânea, quando o entrevistador apenas questiona, sem sugerir nomes, a opção de voto do eleitor.

O número de eleitores que não sabem em quem votar é de 82,6%, enquanto aqueles que declaram que votarão branco, nulo ou em ninguém somam 12,2%.

Quem lidera, faltando pouco menos de seis meses para o pleito, a corrida para o Senado é o ex-governador e atual deputado federal, Zeca do PT, que tem 1% da intenção de voto do eleitor da Capital.

Em segundo está o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB), com 0,7%, em terceiro a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,6% (ela não será candidata este ano pois ainda no meio do atual mandato).

O senador Pedro Chaves (PRB), que pretende disputar a reeleição, é o 4º com 0,5% da intenção de voto. Atrás dele estão André Puccinelli e o senador Waldemir Moka, ambos do MDB, este último já pré-candidato à reeleição para o Senado, enquanto o primeiro anunciou disputar o governo estadual.

Com 0,2% aparecem o pré-candidato ao governo do Estado, Odilon de Oliveira (PDT), o médico Ricardo Ayache (sem partido), e a vice-governadora Rose Modesto (PSDB), que deve pleitear uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Outros sete nomes foram lembrados por 0,1% dos eleitores campo-grandenses. São eles o procurador Sérgio Harfouche (PSC), Suel Ferranti (PSTU), Alcides Bernal (PP), Vander Loubet (PT), Marcelo Miglioli (PSDB), Paulo Siufi (MDB) e Delcídio do Amaral.

Nas duas últimas eleições, em 2014 e 2016, o DATAmax cravou o resultado final das urnas. Foram entrevistados 804 eleitores em Campo Grande, entre os dias 5 a 8 de abril e a margem de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erros é de 3,5% para mais ou para menos.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, tanto em âmbito estadual quanto federal, sob os números MS-09178/2018 e BR-08909/2018. Como já fez em eleições anteriores, o DATAmax disponibiliza todas as informações e detalhes, bem como material da pesquisa, para consulta dos partidos políticos que manifestarem oficialmente interesse nos dados.
racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça manda prender ex-vereador envolvido em escândalo sexual em Campo Grande
Pedófilos em cana
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
Fronteira
Guerra declarada: tortura e assassinato de quatro homens ligados a Fahd Jamil
Água Clara
GAECO desmonta esquema de fraude a licitações e lavagem de dinheiro
Esporte
Brasileiro: Atlético-MG supera Botafogo e abre vantagem sobre Flamengo
Justiça
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Luiz Fux votarão amanhã
Esporte
Conmebol altera datas dos confrontos entre Inter e Boca Juniors
Brasilia
Covid-19: avanço no desenvolvimento de vacinas repercute no Senado
MS
Alto percentual de ocupação de leitos requer medidas mais restritivas contra a Covid-19
Argentina
Morre o jogador argentino Diego Armando Maradona