Menu
Busca Dom, 05 de dezembro de 2021
(67) 9.9928-2002
PESQUISA

DATAmax: de cada 100 eleitores da Capital, 82 não têm candidato ao Senado

Por Carol Assis
O Jornal Midiamax divulgou o resultado da pesquisa espontânea, realizada pelo Instituto DATAmax, de intenção de voto do eleitor de Campo Grande para o cargo de Senador de República, que este ano terá duas vagas em disputa.

De acordo com a pesquisa, de cada 100 eleitores, quase 95 não sabem em quem votar ou declararam que vão anular seu voto para senador. Pelo menos 16 possíveis candidatos foram lembrados na espontânea, quando o entrevistador apenas questiona, sem sugerir nomes, a opção de voto do eleitor.

O número de eleitores que não sabem em quem votar é de 82,6%, enquanto aqueles que declaram que votarão branco, nulo ou em ninguém somam 12,2%.

Quem lidera, faltando pouco menos de seis meses para o pleito, a corrida para o Senado é o ex-governador e atual deputado federal, Zeca do PT, que tem 1% da intenção de voto do eleitor da Capital.

Em segundo está o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB), com 0,7%, em terceiro a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,6% (ela não será candidata este ano pois ainda no meio do atual mandato).

O senador Pedro Chaves (PRB), que pretende disputar a reeleição, é o 4º com 0,5% da intenção de voto. Atrás dele estão André Puccinelli e o senador Waldemir Moka, ambos do MDB, este último já pré-candidato à reeleição para o Senado, enquanto o primeiro anunciou disputar o governo estadual.

Com 0,2% aparecem o pré-candidato ao governo do Estado, Odilon de Oliveira (PDT), o médico Ricardo Ayache (sem partido), e a vice-governadora Rose Modesto (PSDB), que deve pleitear uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Outros sete nomes foram lembrados por 0,1% dos eleitores campo-grandenses. São eles o procurador Sérgio Harfouche (PSC), Suel Ferranti (PSTU), Alcides Bernal (PP), Vander Loubet (PT), Marcelo Miglioli (PSDB), Paulo Siufi (MDB) e Delcídio do Amaral.

Nas duas últimas eleições, em 2014 e 2016, o DATAmax cravou o resultado final das urnas. Foram entrevistados 804 eleitores em Campo Grande, entre os dias 5 a 8 de abril e a margem de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erros é de 3,5% para mais ou para menos.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, tanto em âmbito estadual quanto federal, sob os números MS-09178/2018 e BR-08909/2018. Como já fez em eleições anteriores, o DATAmax disponibiliza todas as informações e detalhes, bem como material da pesquisa, para consulta dos partidos políticos que manifestarem oficialmente interesse nos dados.
delinha

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Texto limita pagamento anual das dívidas da União e muda período de inflação para cálculo do teto de gastos. Governo estima que projeto abrirá R$ 106 bilhões no orçamento.
Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Judiciário
Desembargador anula condenação de Palocci em processo da Lava Jato
Polícia federal
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
São Paulo
São Paulo mantém exigência do uso de máscaras em ambientes abertos
Loteria
Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena; prêmio acumula em R$ 16 milhões
Mato Grosso do Sul
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
Internacional
EUA e Alemanha querem novas restrições; Ômicron preocupa investidores Países temem que variante ameace tentativa de recuperação econômica
Dezembro vermelho
Saúde alerta para a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento contra o HIV/Aids
Mato Grosso do Sul
SED divulga calendário Escolar de 2022; aulas terão início em março