Menu
Busca Qua, 03 de março de 2021
(67) 9.9928-2002
Política

Defesa de Lula vai ingressar com mais 2 recursos no STF; saiba quais

10 abril 2018 - 08h24Por Redação Notícias VIP
Com o objetivo de tentar reverter a prisão do ex-presidente Lula advogados de defesa do petista pretendem ingressar com mais dois recursos no Supremo Tribunal Federal (STF).O primeiro é um habeas corpus contra a negação de um habeas corpus. Explica-se: Lula teve, na sexta-feira (6), um pedido de habeas corpus negado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) para que não fosse preso após o mandado expedido pelo juiz Sergio Moro. Agora, os advogados querem habeas corpus contra essa decisão do tribunal. No segundo recurso, a defesa sustenta que a prisão é ilegal por, supostamente, não ter fundamento. O advogado Evandro Pertence argumentou também ao jornal Folha de S. Paulo que, de acordo com entendimento do próprio STF, a prisão em segunda instância pode ocorrer, mas não necessariamente deve ocorrer. "Portanto a prisão só poderia ocorrer se fosse fundamentada, e isso não ocorreu no caso de Lula?, explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo e temperatura
Restante da semana terá aumento de nebulosidade e mudanças no tempo
Pandemia
Brasil registra 1.726 mortes pela COVID em 24 horas e volta a bater recorde
País enfrenta o pico da crise causada pelo novo coronavírus, com colapso na saúde em vários estados
Congresso Nacional Brasileiro
Covid-19: Câmara e Senado aprovam projeto para compra de vacinas por estados
Judiciário
Ministro do STJ anuncia aposentadoria durante sessão
Brasíl
STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP
Interior
Em breve, população de Amambai poderá contar com a universalização da coleta e o tratamento do esgoto
Novo Coronavirus
Com mais 20 mortes, MS já perdeu 3.350 para a Covid-19
MS
Agepan publica Portaria que institui Termo de Ajustamento de Conduta no transporte rodoviário
Covid 19
MS tem mais de 183 mil casos confirmados e 3,3 mil mortes
Reação contra deputados
"A covardia dos deputados estaduais é bizarra, multar quem tomar ou aplicar a vacina? A vida e saúde é direito constitucional e dever do estado", disse Alcides Bernal (PP).