Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Justiça

Em ação contra Cabral e empresários, MP cobra indenização de R$ 72 milhões

28 março 2018 - 12h53Por Redação Notícias VIP
O ex-governador do Rio Sérgio Cabral, cinco empresários de ônibus e a Federação das Empresas de Transporte de Passageiro (Fetranspor) são alvo de ação do Ministério Público estadual por improbidade administrativa.

O processo está na 10ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. No pedido, de acordo com informações do portal G1, o promotor Alberto Camargo pede a indisponibilidade dos bens dos acusados, além do ressarcimento aos cofres públicos de, no mínimo, R$ 72 milhões.

Segundo a acusação, as isenções de impostos às empresas de ônibus, concedidas pelo então governador, em 2014, causaram prejuízo ao Estado fluminense. Naquele ano, Cabral assinou o Decreto 44.568, de 17 de janeiro, e autorizou desconto de 50% no IPVA para as empresas.

Os fatos foram registrados pelo Ministério Público Federal (MPF) na denúncia da Operação Ponto Final. Entre os documentos levantados pelos procuradores constam planilhas que indicam que saiu do "caixa dois" da Fetranspor o pagamento do bônus de R$ 13 milhões ao Poder Executivo do Rio. A defesa do ex-governador Sérgio Cabral ainda não se pronunciou sobre o assunto.
racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça manda prender ex-vereador envolvido em escândalo sexual em Campo Grande
Pedófilos em cana
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
Fronteira
Guerra declarada: tortura e assassinato de quatro homens ligados a Fahd Jamil
Água Clara
GAECO desmonta esquema de fraude a licitações e lavagem de dinheiro
Esporte
Brasileiro: Atlético-MG supera Botafogo e abre vantagem sobre Flamengo
Justiça
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Luiz Fux votarão amanhã
Esporte
Conmebol altera datas dos confrontos entre Inter e Boca Juniors
Brasilia
Covid-19: avanço no desenvolvimento de vacinas repercute no Senado
MS
Alto percentual de ocupação de leitos requer medidas mais restritivas contra a Covid-19
Argentina
Morre o jogador argentino Diego Armando Maradona