Menu
Busca Ter, 17 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Eleições 2018

Ex-BBB e ex-diretor do Detran-MS vão disputar cargo de deputado pelo PP

09 abril 2018 - 15h51Por Redação Notícias VIP
Natural de Aral Moreira, o médico veterinário e ex-BBB Rafael Alves Cordeiro, o Fael, que venceu a disputa na casa em 2012, foi exonerado do cargo que ocupava no governo do Estado na última sexta-feira (6), para poder participar das eleições deste ano.

Fael vai se candidatar pelo PP, partido ao qual se filiou recentemente. Ele atuava no Escritório Regional da Segov (Secretaria Estadual de Governo) de Dourados, onde trabalhava com a articulação política do governo.

A exoneração ocorreu um dia antes do fim do prazo de descompatibilização do governo para candidatos nas eleições deste ano, encerrado no sábado (7). Sua filiação foi confirmada pelo diretório estadual do PP.

Além de Fael, o ex-diretor do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Gerson Claro Dino, também se filiou ao partido, deixando o PSB. Ele deve concorrer a um cargo de deputado estadual segundo o vereador Cazuza (PP), membro do diretório nacional do partido.

Gerson deixou o posto de diretor do Detran-MS em agosto do ano passado, após a explosão da Operação Antivírus, da Polícia Federal, que atingiu diretamente a cúpula do departamento e levou o ex-diretor à prisão.

Ex-BBB temia 'reputação na lama'

Segundo o vereador Cazuza (PP) "é bem provável" que Fael também se candidate ao cargo de deputado estadual. Em 2014, o ex-BBB se candidatou ao mesmo posto - ele perdeu as eleições com 13,7 mil votos.

Depois da experiência, Fael contou em entrevista ao site Ego, em 2015, que não pretendia mais participar da política. "Agora não penso mais porque no Brasil todo mundo que é ligado à política é taxado como ladrão ou corrupto", disse.

"Não quero isso para mim, sabe? Sou um bom pagador, honesto, tenho crédito na praça, pago bem meus funcionários. Não quero jogar minha reputação na lama. Estou muito bem resolvido com meus negócios", declarou Fael na época.

No fim de novembro do último ano, o ex-BBB foi nomeado em um cargo de direção e gerência no Escritório Regional de Dourados, com salário de R$ 8,3 mil. O médico veterinário é dono da Colt Pub, uma das maiores boates de Dourados.

'Só agregamos', diz PP

Para Cazuza, o partido saiu com um saldo positivo do período de janela partidária, quando filiados poderiam trocar de partido antes das eleições. "Nós não perdemos ninguém, só agregamos", afirmou ao ressaltar as filiações de Gerson e Fael.

"Com certeza saímos mais fortes. Nós temos já um cronograma de trabalho. Temos nosso presidente como candidato federal, um nome forte que tenho certeza que será eleito", relembrou, em referência ao ex-prefeito Alcides Bernal (PP).

O vereador Valdir Gomes (PP), líder do partido na Câmara, também viu que a sigla saiu fortalecida do período de troca. "Quase que não houveram baixas entre os eleitos", afirmou o parlamentar.

"Algumas pessoas que estavam filiadas deixaram nosso partido, mas não tivemos baixas entre os eleitos", comentou. Segundo Valdir, apenas filiados que tinham suplência em Câmaras pelo Estado abandonaram o PP.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fenômeno raro
Lua vista de MS fica vermelha por conta de incêndios e poeira, diz especialista em meteorologia
Pediu a mão
Luan Santana faz surpresa e pede namorada em casamento durante voo de balão
Polêmica carioca
Alerj aprova lei que exige prova no Detran para usuários de patinetes elétricos
Pensando no próximo
Dono de ferro velho recupera cadeiras de rodas enferrujadas e doa para deficientes carentes
Cemitério de fetos foi descoberto
Mais de 2 mil fetos humanos são encontrados em casa de médico que fazia abortos nos EUA
Operação
Operação prende vereadores e secretários em Araguapaz
Capital
Rapaz que agrediu outro em Campo Grande por ter urinado no carro dele vai a júri popular nesta terça-feira
Campo Grande
Vereadores proíbem fotos e vídeos nas unidades de saúde em CG
Polêmica
"Temer cometeu novo ato de sincericídio no Roda Viva", diz Dilma Rousseff
Covardia
Idosa é esquecida e fica trancada em posto de saúde em Minas Gerais