Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil

Governador em exercício do RJ testa positivo para covid-19

Cláudio Castro trabalha de casa e segue orientações médicas

10 outubro 2020 - 16h54

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, testou positivo para covid-19. A informação foi confirmada hoje (10) pela assessoria de imprensa que, em nota, diz que estado geral de saúde do governador é bom. 

Castro, de acordo com a nota, trabalha de casa e segue orientações médicas, cumprindo as regras do isolamento social. O governador em exercício, reitera a importância “de manter os protocolos sanitários, cuidados básicos e o uso de máscara”, diz o texto. 

Em abril, o então governador Wilson Witzel, anunciou que testou positivo para o novo coronavírus. Ele publicou, em uma rede social, que teve febre, dor de garganta, perda de olfato. 

Outros governadores também testaram positivo. O caso mais recente foi do governador do Ceará, Camilo Santana, que anunciou que testou positivo para covid-19 no último dia 7. Há cerca de um mês, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, foi contaminado.  Integram ainda a lista, entre outros, o governador do Pará, Helder Barbalho e o governador de São Paulo, João Doria.

Edição: Fábio Massalli

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito