Menu
Busca Seg, 01 de março de 2021
(67) 9.9928-2002
VENEZUELA

HÁ RISCO DE GUERRA CONTRA VENEZUELA POR CAUSA DO PETRÓLEO

12 janeiro 2019 - 15h08

 

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou sua conta no Twitter, neste sábado (12), para alertar sobre a possibilidade real de uma guerra contra a Venezuela e clamar para que o Brasil atue pela paz -na contramão da conduta do governo Bolsonaro. O motivo da guera está claro, segundo ele: "por causa de acesso a petróleo, querem transformar a Venezuela na nova Síria". O governador do Maranhão critica a política de Ernesto Araújo, chanceler de Bolsonaro indicado por Olavo de Carvalho. "Como a Venezuela é colada no Brasil, manda o bom senso que estimulemos soluções pacíficas, não guerras", destaca.

 

 

Por causa de acesso a petróleo, querem transformar a Venezuela na nova Síria. Ou seja, um conflito “interno” mas, na verdade, protagonizado pelas maiores potências do mundo. Como a Venezuela é colada no Brasil, manda o bom senso que estimulemos soluções pacíficas, não guerras

O alerta de Dino vai choca-se uma série de ações adotadas pelo governo do capitão reformado.

O governo brasileiro passou a reconhecer, como governo da Venezuela, a Assembleia Nacional do país, eleita em 2015 e oposicionista e não a posse de Maduro como presidente.  Essa posição foi anunciada em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores na quinta-feira (10). 

O governo também articula, através da Organização dos Estados Americanos (OEA) e Grupo de Lima, diversas sanções contra o País vizinho, atendendo aos interesses dos EUA. 

Eduardo Bolsonaro já declarou guerra à Venezuela

Apesar de ser desmentido pelo pai, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que visita frequentemente a Casa Branca, fez uma declaração de guerra à Venezuela durante o período eleitoral: "O [Nicolás] Maduro não vai vir para a posse no dia 1º. E o general Mourão já falou. A próxima operação de paz do Brasil será na Venezuela. Vamos libertar os nossos irmãos da fome e do socialismo. A melhor solução para a crise migratória que nós tivemos é a saída de Maduro do poder", disse. 

 

site 247

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Mês de março tem Dia da Mulher, início do outono e Dia da Água
Brasíl
Sem acordo, Lira cria comissão especial para discutir PEC da imunidade
Leão
Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje
Campo Grande
A sujeira virou tradição em Campo Grande
Oportunidade
Evento on-line da Sedhast para os 79 municípios de MS começa nesta segunda-feira
Campo Grande
Prefeitura gasta muito recurso público, mas não consegue resolver problemas de semaforizacão, causando riscos e prejuízo à população.
Geral
Temporada de pesca começa com cota de 2020 valendo: um exemplar e cinco piranhas
Tempo
Março terá acumulados de chuva e calor acima da média em Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Presidente do TJ recebe visita do Cônsul da República do Líbano
Covid 19 em MS
SES inicia tratativas para evitar que nova variante do coronavírus chegue no Estado