Menu
Busca Sex, 26 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
POLITICA

Lula diz que irá atender ao mandado de prisão de Moro e reafirma inocência

07 abril 2018 - 12h39

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, durante o seu pronunciamento em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo, que vai atender ao mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro contra ele. "Vou atender o mandado de prisão deles", disse Lula.

"Vou atender porque eu quero fazer a transferência de responsabilidade. Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa.", afirmou.

Ele afirmou que vai se entregar à Justiça, mas não vai desistir de provar sua inocência. "Eu vou, se não vão dizer que Lula está foragido. Vou lá para saberem que não tenho medo e que vou provar minha inocência", afirmou.

Em seu discurso, disse que não perdoa Moro por ter "passado para a sociedade a ideia de que eu sou um ladrão". "Nenhum deles [Moro e Ministério Público] têm coragem ou dorme com a consciência tranquila, da honestidade, da inocência, que eu durmo", declarou.

Durante seu discurso, o ex-presidente criticou a imprensa e o Ministério Público pelas acusações feitas contra a ex-primeira-dama Marisa Letícia. "Não é fácil o que eles fizeram com a Marisa, o que eles fazem com meus filhos. A imprensa e o MP adiantaram a morte da Marisa", disse. "A Antecipação da morte da Marisa foi a sacanagem que a imprensa e o MP fizeram com ela. Essa gente não tem filho."

Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Repasse da ANS ao SUS atinge recorde de R$ 783 milhões, em 2018
Menininho Bolsonaro, ‘Não se meta’
POLÊMICA
Segundo o GLOBO: Bolsonaro alerta para amputações de pênis no Brasil por falta de água e sabão
CAPITAL
Menina de 5 anos é estuprada pelo marido da avó e pega HPV
INVESTIGAÇÃO
Procon encontra produtos vencidos há quase dois anos em postos de combustível
FAMOSOS
ELIANA ENTREGA QUE SABRINA SATO TIRA MUITO LEITE DURANTE ALMOÇO: "E NÃO MANCHEI A ROUPA"
CASO SUZANO
Imesc entrega laudos dos alunos feridos no ataque à escola de Suzano
4 ANOS APÓS CRIME!
Homem que matou enteada esfaqueada em MS é preso em Goiânia
POLÍTICA
“Brasil não pode ser país do mundo gay, temos famílias”, diz Bolsonaro
FRONTEIRA
Rastros do PCC: celular de agente executado na fronteira será periciado em Assunção