Menu
Busca Sex, 03 de abril de 2020
(67) 9.9928-2002
Brasília

Maia chama medida provisória da suspensão do emprego de ‘capenga’ e cobra solução

23 março 2020 - 12h21Por Plantão de notícias

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou como “capenga” a medida provisória sobre a suspensão do trabalho.

“Em algum lugar da burocracia tiraram parte da MP. O que nós conversamos com a equipe econômica sobre essa medida provisória diverge daquilo que está publicado. Tratar de suspensão de contrato de trabalho precisa estar vinculado a uma solução”, afirmou nesta segunda-feira, 23, em entrevista pela internet feita pelo BTG.

“Nessa MP vinha aquela redução de 50%, até dois salários. Está até na exposição de motivos essa parte que o governo entraria com R$ 10 bilhões, mas sumiu do texto”, disse Maia.

Para ele, a medida gerou pânico na sociedade.

“Tenho certeza que a gente tem de construir rapidamente, junto com a equipe econômica, outra medida provisória, ou uma sinalização clara de que estamos preocupados com solucionar a manutenção dos emprego. Da forma como ficou gerou uma insegurança”, comentou o presidente da Câmara.

 

Com informações de infomoney

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Maia quer votar orçamento paralelo em dois turnos na próxima semana
Campo Grande
Marcos Trad fecha unidade de Saúde e deixa 6 mil sem atendimento.
Campo Grande
Ruas esburacadas e sem iluminação pública, desanima moradores da Capital.
Campo Grande
Sujeira nos bairros de Campo Grande
Brasília
Planalto diz que ajuda a informais durante pandemia será efetivada "nos próximos dias"
Polícia
Bolsominio pode ser preso
Geral
Desafio para cuidadores de idosos
Saúde
Saiba como diagnosticar paciente com Coronavirus
Campo Grande
Moradores da região Centro reclamam da falta de limpeza urbana
Brasil e Mundo
O mundo chegou a 1 milhão de infectados por coronavírus